Rodrigo Dunshee dispara: “A CBF está ignorando a quarentena do Flamengo”

FOTO: REPRODUÇÃO

O vice-presidente jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee, teve uma participaçã0 no programa Fox Sports Rádio desta sexta-feira e falou sobre a polêmica do adiamento da partida entre Palmeiras x Flamengo, no Domingo, em São Paulo. O dirigente foi enfático ao declarar  seu descontentamento com a decisão da confederação.

“A CBF tem que proteger os clubes e os jogadores do Brasil e eles não estão fazendo isso. Eles estão errados ao ignorar os nossos laudos médicos que exigem nossa quarentena. Está faltando sensibilidade em um momento de surto. Protocolos podem ter situações delicadas como aconteceu em uma viagem de oito dias. A gente aprendeu que não dá para fazer esse tipo de viagem”, declarou Dunshee.

O dirigente rubro-negro falou mais, ao disse ser irresponsável por parte da CBF de colocar em contato pessoas que potencialmente estão com o vírus com atletas da base, o próprio adversário e todos os envolvidos na partida de um modo geral.

“É uma irresponsabilidade colocar funcionários do Flamengo que participaram dessa viagem com outros que não participaram antes desse prazo, incluindo quem vai participar da partida e nossos atletas da base. Entendemos que a CBF se apegou ao regulamento e não aos laudos médicos, que determinam que não haja essa partida porque são necessários cinco dias para os testes negativos serem realmente negativos. (…) Isso pode passar para os jogadores do Palmeiras e eles vão testar negativo até o jogo seguinte e podem passar para outro time. Então, existe uma determinação médica. A CBF está ignorando a quarentena do Flamengo. Nosso caso é diferente”, finalizou o dirigente.