Veja os jogadores do Flamengo disponíveis contra o Palmeiras

E o drama não é apenas esse. Há também atletas se recuperando de lesões que ainda não estão aptos a voltar a jogar.

O Flamengo alegou que está em prejuízo técnico para entrar em campo contra o Palmeiras, no domingo, pelo Brasileiro, em função do surto de Covid-19 no elenco. A doença deixou fora de ação 16 atletas, após as partidas pela Libertadores no Equador. Por isso, o clube pediu adiamento da partida à CBF, e aguarda posição oficial. A entidade fará os testes para o jogo na sexta-feira.

Mas restou quem para o técnico Domènec Torrent, que também testou positivo, mandar a campo? A reportagem checou, baseado nos jogadores que estariam aptos por já terem tido contato com o vírus e serem considerados recuperados. E, claro, os que ainda estão livres de infecção. Por enquanto.

Estão contaminados e não podem ser relacionados os seguintes: Gabriel Batista, Isla, Matheuzinho, Léo Pereira, Gustavo Henrique, Rodrigo Caio, Thuler, Renê, Filipe Luís, Diego, Arão, Bruno Henrique, Vitinho, João Gomes, Michael, Everton Ribeiro.

Na leva dos infectados em maio e dos outros recuperados recentemente, portanto considerados imunes: Diego Alves, César, João Lucas, Gabigol, Arrascaeta, Gerson, Ramon, Hugo Souza, Lincoln.

Na leva dos que ainda não tiveram contato nem testaram positivos: Thiago Maia, Pedro Rocha e Pedro. O atacante Pedro não contraiu o vírus, mas sua mulher pegou. Thiago Maia testou negativo.

Dos 29 jogadores de linha disponíveis para a Libertadores, o Flamengo tem apenas 11 em condições no momento: João Lucas, Ramon, Natan, Gabriel Noga, Thiago Maia, Gerson, Arrascaeta, Guilherme Bala, Rodrigo Muniz, Pedro e Lincoln.

Além deles, a diretoria convocou sete jogadores que estavam com a equipe sub-20 para reforçar o profissional: o goleiro João Fernando, o lateral-esquerdo Ítalo, os zagueiros Noga, Otávio e Milani, o volante Richard Rios e o meia Yuri de Oliveira.

O elenco do Flamengo no momento (com reforços da base):
Goleiros: Diego Alves (lesionado), César, Hugo Souza e João Fernando;
Laterais: João Lucas, Ramon e Ítalo;
Zagueiros: Noga, Natan, Otávio e Milani;
Volantes: Thiago Maia, Gerson e Richard Rios;
Meias: Arrascaeta, Pepê e Yuri de Oliveira;
Atacantes: Gabigol e Pedro Rocha (lesionados), Lincoln, Pedro, Guilherme Bala e Rodrigo Muniz.

Só que o drama não é apenas esse. Também há atletas se recuperando de problemas físicos que ainda não estão aptos a voltar a jogar. No caso do goleiro Diego Alves, ele já voltou a treinar, e como o time estará muito desfalcado, há possibilidade de que seja relacionado. O atacante Gabigol, com lesão na coxa direita, chegou a ser cogitado no último jogo da Libertadores, mas para o Brasileiro está descartado. Pois há risco de agravamento da lesão. Pedro Rocha ainda está em processo de recuperação de problema semelhante, mas ainda faz tratamento na fisioterapia e sequer foi a campo.

Com poucos atletas à disposição do elenco profissional, o Flamengo teria que recorrer à Base. Na delegação no Equador, já estavam o zagueiro Natan, o volante João Gomes, os atacantes Guilherme Bala e Rodrigo Muniz.

A cronologia dos casos de Covid-19
Os casos foram espaçados. A primeira leva de positivos foi divulgada anonimamente pelo Flamengo em 6 de maio. Como a maioria era assintomática e já tinha se recuperado, não houve interferência na rotina de treinos. Apenas dois jogadores tiveram que cumprir quarentena.

Dois meses depois, no início de julho, foi a vez de João Lucas testar positivo e ficar fora das finais do Carioca. Praticamente mais dois meses se passaram até que Diego Alves e César fossem diagnosticados e, por fim, o surto no Equador.

Ao todo, 27 jogadores já foram contaminados pelo coronavírus, em um universo de 31 atletas, contando o volante Gomes, que não está listado no elenco profissional, mas viajou para o Equador e testou positivo: uma porcentagem de 87% do grupo. Dois atletas já saíram do clube: os volantes Vinicius Souza e Piris da Motta.

Na comissão técnica e no estafe ainda há outros casos, como o técnico Domènec Torrent, o chefe do departamento médico, Márcio Tannure, e o ex-zagueiro Juan.

A lista dos jogadores do Flamengo que pegaram Covid-19:
– Diego Alves
– César
– Gabriel Batista
– Hugo Souza
– Isla
– João Lucas
– Matheuzinho
– Rodrigo Caio
– Léo Pereira
– Gustavo Henrique
– Thuler
– Filipe Luís
– Renê
– Ramon
– Willian Arão
– Gerson
– Gomes
– Diego
– Arrascaeta
– Everton Ribeiro
– Gabigol
– Bruno Henrique
– Michael
– Vitinho
– Lincoln
– Vinicius Souza (já deixou o clube)
– Piris da Motta (já deixou o clube)

Quem não foi infectado:
– Pedro
– Pedro Rocha
– Thiago Maia
– Pepê

Fonte: O GLOBO