Jornal argentino exalta vitória do Flamengo na Libertadores: ‘Renasceu das cinzas’

Rubro-Negro entrou em campo com sete desfalques

Mesmo com sete desfalques de jogadores contaminados com a Covid-19, o Flamengo insistiu em entrar em campo contra o Barcelona SC, pela rodada 4 da Libertadores. Dentro das quatro linhas, a equipe de Domènec Torrent venceu por 2 a 1 e o jornal argentino “Olé” exaltou a vitória.

Quer ficar sempre informado sobre as últimas notícias do Flamengo? Clique aqui e baixe agora o Aplicativo! É grátis!

O diário comentou sobre o episódio no qual as cinzas do vulcão Sangay, que entrou em atividade tomou o céu de Guayaquil, o que impediu o Flamengo de treinar ao ar livre. Desta forma, o jornal nomeou a vitória como “Renascimento” do atual campeão da competição.

“A excursão do Flamengo pelo Equador se tornou um romance apaixonado que tinha de tudo: tristeza, preocupação, incerteza até o último minuto e um tão esperado final feliz porque com a vitória sobre o Barcelona em Guayaquil. Ele ressurgiu das cinzas e conseguiu manter suas chances de entrar nas oitavas de final da Copa Libertadores”.

“Embora as cinzas do vulcão Sangay tenham gerado incertezas e os quatro garotos que o Flamengo convocou chegaram em cima da hora por problemas de voo, os comandados de Torrent exibiram a insígnia de campeão sul-americano: Pedro abriu a baliza e Giorgian De Arrascaeta venceu o goleiro argentino Burrai. Com esses três pontos, os homens de Torrent entraram no Grupo A com uma explosão de alegria. Sim, o vulcão foi o Flamengo”, analisou o jornal.