Pressionado, Landim toma frente nos bastidores do Fla e conversa com Braz sobre futuro de Dome; jogadores são comunicados

Dirigente e conselheiros pressiona presidente sobre situação do treinador; partida diante do Barcelona pode ser decisiva

Flamengo segue em sua saga para “se encontrar” dentro da temporada. Depois de um início de Campeonato Brasieiro ruim e com o desempenho do time abaixo do que era esperado, o Rubro-Negro chegou a fazer boas apresentações e conquistar algumas vitórias (ao todo, são cinco). Porém, em alguns aspectos, o time ainda deixa a desejar.

Depois de emplacar quatro vitórias consecutivas, diante de Santos, Bahia, Fortaleza e Fluminense, o Mengão foi derrotado no último domingo pelo Ceará, por 2 a 0, fora de casa. O revés foi lamentado pelo técnico Domenèc Torrent, que não teve muito tempo para remoer o resultado negativo. Na última quinta-feira (17), o compromisso foi pela Libertadores.

Reestreando na competição na qual é o atual campeão, o Fla foi até o Equador para encarar o Independiente del Valle. Em noite de total felicidade dos donos da casa e de uma atuação pífia do Rubro-Negro, o resultado final foi surpreendente: 5 a 0 para os equatorianos. Após o revés, a diretoria do Flamengo foi questionada sobre a permanência do treinador.

“Em nenhum momento foi discutido a saída de Dome. Aqui está quem manda, que é Landim. Tem pessoas importantes da diretoria. Fizemos reuniões. Em nenhum momento foi pensado na saída de Dome”, disse Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Fla, em entrevista coletiva. Internamente, Braz é quem ‘banca’ Dome no comando do Rubro-Negro.

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, está sendo pressionado por outros dirigentes e conselheiros, mas não irá interferir na decisão do vice. Agora, a responsabilidade fica “nas costas” dos jogadores e do próprio Domenèc. O próximo compromisso – que pode ser derradeiro para o catalão – é diante do Barcelona Guayaquil, na terça-feira (22).

Fonte: BolaVip