Dirigentes são ‘esquecidos’ em livro sobre glórias do Flamengo, e fato gera atrito na Gávea

FOTO: DIVULGAÇÃO/ FLAMENGO

O livro em homenagem à temporada passada do Flamengo, ‘2019- O Ano Eterno- As Conquistas do Flamengo em Imagens’, foi lançado em agosto deste ano. Por mais que seja composto por imagens dos melhores momentos do ano de vitórias, a equipe de marketing do clube deixou de lado fotos com o dirigente do Flamengo Marcos Braz. O vice-diretor de futebol não aparece em nenhuma das 120 fotos que registraram os títulos.

Marcos Braz é apenas citado nos créditos, onde todos os vices aparecem. Além dele, o ex-diretor de finanças do clube, Wallim Vasconcellos, foi deixado de lado. Porém, a situação de Wallim é diferente. Seu nome não foi sequer mencionado no livro, mesmo que estivesse trabalhando com o Fla durante todo o ano de 2019. O nome que entrou como diretor de finanças foi o de Rodrigo Tostes, que assumiu a posição em 2020.

Entre os dirigentes do Flamengo, apenas o presidente Rodolfo Landim teve foto no livro. As demais imagens são de jogadores e da torcida. De acordo com a jornalista Gabriela Moreira, do site GE, as decisões de não colocar fotos de Braz e não citar Wallim foram debatidas em reuniões na Gávea durante esta semana. A resposta oficial foi que estas escolhas foram feitas pela equipe de marketing do Flamengo.

Deixe uma resposta