Lázaro revela ter sido testado em nova posição por Jorge Jesus e aguarda chance com Domènec

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Depois de Vinicius Junior, Lucas Paquetá e Reinier, o grande nome das categorias de base do Flamengo é Lázaro. Mesmo ainda em formação, o atacante já gera muita expectativa nos torcedores e conseguiu evoluir bastante nos últimos meses. Em entrevista ao site do Globo Esporte, o jogador falou sobre o aprendizado com Jorge Jesus.

– Mesmo com o pouco tempo de trabalho com o Mister aprendi bastante coisa na forma de jogar, como meia-atacante e como ponta, que às vezes ele me colocava como ponta. Deu para perceber a logística de jogo dele, a estratégia. Me ajudou a ficar com isso na mente, colocar em prática no sub-20. Para mim a ajuda que tive do Mister, mesmo em pouco tempo, me fez evoluir. Na vida temos sempre que levar um aprendizado, ele me ajudou muito, é um treinador inteligente, está sempre cobrando todos, sempre pegando no pé. Isso dava um alerta em todos.

O jogador de 18 anos fez questão de lembrar quando o ex-treinador do Flamengo citou seu nome em uma de suas entrevistas coletivas. Para Lázaro, a hora de ter sua chance com Domènec ainda vai chegar.

– Todo mundo sabe o que foi o Mister dentro do Flamengo, um excelente treinador, marcou o nome na história do clube. Fiquei muito feliz quando ele falou de mim (na coletiva de reapresentação), percebia que gostava do meu trabalho, mas tinha que respeitar os outros jogadores que estavam no elenco. Só de saber que o treinador do profissional, o Jorge Jesus, gosta de você… Só vai depender de você continuar fazendo o seu trabalho que a oportunidade vai chegar. Nessa troca do Mister pelo Domènec, claro, tem que ter um pouco mais de paciência, ele está chegando agora, tem a questão de conhecer o elenco, mas eu tenho que seguir meu trabalho.

A promessa da base rubro-negra também destacou a qualidade do elenco do Flamengo. Lázaro exaltou a forma de tratamento dos jogadores mais experientes durante os treinamentos e também fora das quatro linhas.

– Sempre que tiver a oportunidade de estar treinando com a equipe principal vai ser motivo de grande satisfação. Estou treinando ao lado dos melhores da América. Para mim vai ser sempre um aprendizado muito grande. Me ajudou muito ver a qualidade dos jogadores, a forma de pensar fora e dentro de campo. Todos me tratam super bem até hoje, é um ambiente muito no clube. Isso me deixou à vontade, muito tranquilo. Hoje, se voltar a treinar no profissional, estarei mais adaptado. Claro que tem o nervosismo, mas já estou adaptado.

Deixe uma resposta