Flamengo recebe o Fortaleza para vencer a primeira no Maracanã e encostar no topo da tabela

Hora de mudar: time de Domènec Torrent, que traz na bagagem seis pontos conquistados fora de casa, tem o pior aproveitamento como mandante. Jogo será às 17h deste sábado

Artilheiro do Fla no Brasileiro, Gabigol está de volta à equipe de Dome (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

De volta ao Rio após seis pontos nos dois últimos jogos fora de casa, o Flamengo recebe o Fortaleza às 17h deste sábado, no Maracanã, com a missão de seguir o embalo e ratificar a evolução com aquela que seria a primeira vitória diante de seus domínios no Campeonato Brasileiro. O duelo abrirá a oitava rodada da competição e será transmitido no Tempo Real do FLAMENGOINFO!.

Até agora, o Flamengo carrega o fardo de ter o pior aproveitamento da Série A atuando em casa (22,2%) – justamente o principal trunfo em 2019, quando terminou a campanha do título com invencibilidade. São dois empates (com Grêmio e Botafogo) e uma derrota (para o Atlético-MG, na estreia).

É bem verdade que a ausência da torcida contribui significativamente para os resultados ruins no Maracanã, mas o futebol apresentado nos três jogos realizados por lá deixou a desejar. Agora, a tendência é seguir o progresso do trabalho de Domènec Torrent nos quesitos técnico e físico, sobretudo.

O catalão, aliás, poderá contar com as voltas de Gabigol (artilheiro da equipe no Brasileirão, com três gols) e Gerson, mas ainda não com quatro peças: os goleiros Diego Alves e César (infectados com Covid-19), o atacante Bruno Henrique e o lateral-direito João Lucas (lesionados). E Dome já avisou que seguirá promovendo rodízio no time titular. Ou seja: é difícil cravar os 11 iniciais responsáveis por tentar findar o incômodo retrospecto no Maracanã e encostar no topo da tabela – atualmente distante por cinco pontos. 

Um provável escalação, no 4-3-3 (esquema preferido de Torrent e utilizado no acachapante triunfo da última quarta-feira), é a seguinte: Gabriel Batista; Isla, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Thiago Maia (Gerson) e Arrascaeta; Everton Ribeiro, Pedro Rocha e Gabigol.

Deixe uma resposta