Gabigol decide, e Flamengo bate o Santos fora de casa no Brasileirão

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

COLUNA DO FLAMENGO: Por: Paula Mattos

Flamengo e Santos entraram em campo na tarde deste domingo (30), na Vila Belmiro, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Com retrospecto favorável, o Rubro-Negro de Domènec Torrent, pressionado pela torcida, enfrentou o Peixe em busca da segunda vitória na competição.

Em busca da manutenção do título, o Mais Querido apresentou mudanças consideráveis na escalação e entrou em campo com: Diego Alves, Renê, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís, Gerson, Thiago Maia, Arrascaeta, Bruno Henrique, Michael e Gabigol, e saiu vitorioso do confronto. Flamengo 1×0 Santos, com gol do artilheiro do Mengão.

O JOGO:

O jogo começou bem pegado e jogado, com as duas equipes buscando o gol. Aos sete minutos, o Flamengo teve a primeira chance clara de gol. Gabigol chutou em cima do goleiro, que defendeu e deu o rebote. A bola sobrou para Michael que, com o gol livre, chutou para fora. Logo depois, Gerson fez uma falta na entrada da grande área, mas Marinho chutou direto na barreira.

Aos nove minutos, depois de uma jogada de Marinho, Raniel marcou para o Santos, mas o lance foi anulado pelo VAR, por impedimento. Na jogada seguinte, o Peixe conseguiu superar novamente a defesa do Rubro-Negro, e balançou as redes de Diego Alves novamente. No entanto, assim como o primeiro gol, o segundo também foi anulado pelo árbitro, por posição irregular.

O Flamengo tocava a bola mas, desorganizado, não conseguia ser efetivo e criar boas chances de gol. Gerson, de primeiro volante, não conseguiu render o esperado e, sem conseguir acompanhar os adversários, deixava buracos no meio de campo, onde o Santos encontrava espaços para trabalhar. Renê, improvisado na lateral-direita, também deixou a desejar.

Arrascaeta, o melhor em campo, conseguiu criar lances de perigo e, em duas oportunidades, deixou Gabigol pronto para marcar, mas o atacante não aproveitou as chances. Aos 40 minutos, em um contra-ataque sensacional, Bruno Henrique ganhou na corrida e deixou Michael na cara do gol, mas o camisa bateu em cima do goleiro.

Levanta a plaquinha! Em contra-ataque mortal, aos 50, o Flamengo conseguiu ser efetivo e Gabigol deixou o dele. O camisa 9 do Mengão marcou um verdadeiro golaço! A primeira etapa terminou com vantagem do Mais Querido no marcador e cinco cartões amarelos: Renê, Gerson e Gabigol, do Rubro-Negro, Pará e o técnico Cuca, do Santos.

O segundo tempo começou ligado nos 220w, com cartão amarelo para Michael, por entrada em Soteldo. Aos 03 minutos, Michael cruzou para Gabigol que, de primeira, mandou um foguete na direção da meta do Santos, mas o goleiro João Paulo conseguiu defender.

O Flamengo foi superior na segunda etapa e conseguiu dificultar a marcação do Santos que teve uma boa chance aos 17 minutos, mas não conseguiu empatar o marcador. Aos 18, quatro substituições no Mengão: César, que entrou no lugar de Diego Alves, Everton Ribeiro, que substituiu Bruno Henrique, Arão, no lugar do Gerson, e Mauricio Isla, estreante, no lugar de Renê.

Aos 23, Gabigol perdeu um gol FEITO e chutou para fora do gol de João Paulo. Logo depois, o Santos teve uma chance incrível de empatar a partida, mas o chute foi defendido por César. Aos 28 minutos, com domínio do Flamengo em campo, Gabigol precisou ser substituído por lesão no tornozelo. Ele saiu para a entrada de Diego, o camisa 10 da Gávea.

A partida entre Flamengo x Santos foi bem disputada, com as duas equipes buscando a vitória. Com dois impedimentos pelo lado do Peixe e muito gols perdidos pelo Mais Querido, o confronto garantiu a segunda vitória do Rubro-Negro na competição, que conquistou mais três pontos na tabela. Fim de jogo na Vila Belmiro. Santos 0 x 1 Flamengo.

Deixe uma resposta