Dome trabalha conceitos, avisa que fará rodízios e mantém mistério sobre Flamengo que pega o Santos

Treinador diz para o elenco que tentará mudar peças de um jogo para o outro e não faz coletivo definitivo ao longo da semana. Em treinos setorizados, Gérson e Arrascaeta são utilizados

Domènec Torrent Jordi Gris Jordi Guerrero Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

GLOBO ESPORTE: Cahê Mota 

Semana cheia, treinos conceituais e mistério sobre escalação. Domènec Torrent teve sete atividades para dar sua cara ao Flamengo e terá novo teste neste sábado, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela sexta rodada do Brasileirão. Em campo, muitas formações, poucos coletivos e um recado: o rodízio de titulares será uma constante e não há motivos para ninguém se sentir barrado.

Em conversa com os jogadores, o técnico espanhol disse que tentará sempre trocar jogadores para dar fôlego ao time. Descanso, por sinal, foi o que Dome tentou dar também a Rodrigo Caio e Gabigol durante a semana. Mesmo já recuperados de lesão, ele preferiu que ambos dessem ênfase a parte física na quinta e na sexta-feira, ficando fora da parte final das atividades com os companheiros.

Na noite de sexta, Gabigol postou em uma rede social estar “pronto” com um vídeo de seus movimentos nos treinos da semana. O atacante participou de todo treino na manhã de sábado e está à disposição, assim como Rodrigo Caio.

Apesar de não ter definido a escalação em coletivo, Dome treinou setores específicos do campo e a tendência é que Gérson e Arrascaeta voltem a começar a partida após ficarem os 90 minutos do clássico com o Botafogo no banco. Há dúvida sobre Willian Arão e Thiago Maia no meio de campo e também sobre o companheiro de Rodrigo Caio na defesa.

Quem chamou a atenção positivamente ao longo da semana foi Maurício Isla. O chileno se destacou nas atividades, principalmente pela força física e capacidade de entrar em forma rapidamente. Também está à disposição de Dome e a expectativa é de que seja titular.

Com cinco pontos, o Flamengo é o 15º colocado no Brasileirão, enquanto o Santos é o sexto, com sete.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Deixe uma resposta