Jornalista vê ausência da torcida entre principais problemas do Flamengo: “Empurra o time no grito”

Torcida do Flamengoinfo

O elenco principal do Flamengo vem recebendo fortes críticas quanto ao seu desempenho em campo. Com a pandemia do coronavírus, houve a paralisação do futebol mundial. Para que os jogos voltassem a acontecer, os estádios não poderiam receber as torcidas, para evitar aglomerações. Há quem acredite que a ausência da Nação possa ser um dos motivos para o mau rendimento do Fla, como defende o jornalista Osvaldo Pascoal.

No programa Fox Sports Rádio desta quarta-feira (26), Pascoal falou sobre a qualidade de jogo do Flamengo e da falta que faz o apoio da Nação dentro dos estádios: “Tem alguns jogadores que estão jogando abaixo do que podem, falta futebol, falta bola. Mas as vezes quando falta futebol, falta bola, não pode faltar empenho.” 

Além disso, o jornalista ressaltou que a torcida, algumas vezes, pode ajudar a levar os jogadores a se manterem motivados durante a partida. Porém reforça que não está pedindo a volta das torcidas no estádio.

 -Quando o time dá uma vacilada, o torcedor empurra o time no grito. E as vezes nesse grito, conduz o time para uma vitória. A gente não está pedindo para ter volta de público no futebol brasileiro.(…)  Só estamos lamentando que não tem e tem que ser assim. Tem que ser dessa forma.

Ainda sem torcida, o próximo confronto do Flamengo será contra o Santos, no domingo (30). A partida será na Vila Belmiro, às 16 horas pelo Brasileirão Série A. O Santos ocupa a 6º colocação na tabela e tem sete pontos até agora, com duas vitórias, um empate e duas derrotas. O Flamengo ocupa a 13º posição com cinco pontos.

Deixe uma resposta