Ex-técnico do Flamengo declara arrependimentos por treinar o rubro-negro: “estavam devendo muita grana”


Silas não fez uma boa campanha como treinador do Flamengo, também não caiu nas graças da torcida por ter substituído o ídolo e técnico, Andrade, e ter entrar em um momento delicado do clube. Foi 1 mês no clube, com apenas 1 vitória em 10 jogos.

Em entrevista ao programa Os Canalhas, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana, Silas fala sobre o início de sua carreira no São Paulo, suas passagens pelo futebol europeu e argentino.  Após o técnico ter feito boa passagem pelo Avaí, o Galinho convidou Silas para treinar o time da Gávea, mas Silas explicou como foi turbulento:

“O Zico me chamou para ir para o Flamengo. Eu ia falar não para o Zico? Eu falando com o Jorginho no telefone, o Jorginho falou para mim ‘Silas, o Zico te ligou e tal?’. Eu falei ‘Jorge, o Zico está aqui em casa, porque o Jorge também tinha chance de ir para o Flamengo’. E aí fui, mas foi uma decisão errada. É também aprender a falar não”, afirma Silas.

“O Bruno tinha acabado de ser preso, o Adriano Imperador tinha saído, o Vagner Love tinha saído, desarmou o time. Estavam devendo muita grana, trouxeram dois jogadores lá da Turquia, brasileiros, o Deivid e o outro eu esqueci o nome dele. Pagando fortuna para os caras e devendo para os outros jogadores que estavam no clube, quer dizer, eu cheguei num contexto que não tinha nada que ver comigo. Eu tinha que sair do Grêmio e ir para o Coritiba, para o Sport, para o Bahia, rodar os clubes médios e depois ir subindo devagarzinho, então foi um erro que eu cometi”, completa.

Deixe uma resposta