Presidente do Sport aposta em novo modelo de negociação para ter Flamengo como ‘vitrine’ de jovens atletas

FOTO: PEDRO MARTINS / FOTOFC

O Flamengo é referência no futebol brasileiro em diversos pontos, e um deles é na formação de jovens atletas. As categorias de base do Mais Querido estão cada vez mais revelando grandes joias para o futebol e isso também está sendo visto com bons olhos por outros clubes do Brasil.

Aproveitando o destaque que o Rubro-Negro está tendo com as promessas, o Sport tem feito algumas negociações com o clube carioca para ganhar com vendas no futuro.

Em entrevista ao Globo Esporte, Milton Bivar, presidente do Sport, explicou a decisão de negociar jogadores como o goleiro Kawe, o meia Fernandinho, e também o atacante Riquelmy.

– Tem que ser times que tenham condições de fazer uma boa venda. Por exemplo, se o Barcelona me leva um jogador e eu fico com percentual, vou ganhar mais com a venda do que se fosse por aqui. No nosso caso, o Flamengo vai vender o jogador por várias vezes mais do que venderia aqui.

– Qual é a vantagem? É que eles vão ser super bem preparados, vão participar de torneios internacionais, vão se mostrar. Isso contando que são vários. Se um ou dois se destaca, é bom para nós –, completou.

O Sport segue com 40% dos direitos econômicos de cada atleta, com um valor de R$ 5 milhões no mínimo para uma futura venda das promessas. O Flamengo se destaca por fazer grandes negócios na hora de comercializar as joias da base.

Deixe uma resposta