Mauro: “O time do Jesus acabou, o Flamengo vai ter que refazer seu time”

Liberadores flamengo
FOTO: DIVULGAÇÃO B/R FOOTBALL

O Flamengo encarou o Botafogo no último domingo (23), e ficou no empate por 1 a 1. Após o embate, o elenco se reapresentou nesta segunda-feira (24) para uma nova semana de treinos. O técnico espanhol Domènec Torrent chegou a apenas cinco pontos nos 15 disputados no Brasileirão no comando do clube rubro-negro, motivo pelo qual parte dos torcedores criticaram o ex-auxiliar de Pep Guardiola, contratado para o lugar de Jorge Jesus.

Em entrevista ao podcast Posse de Bola, o jornalista Mauro Cezar Pereira afirmou que existe uma injustiça na comparação do auge do time de Jorge Jesus com o trabalho apenas iniciado de Torrent. O técnico terá pela primeira vez desde que chegou uma semana cheia para treinar, após a sequência de cinco jogos. Para Mauro, o time de Jorge Jesus de 2019 não existe mais e é preciso pensar em refazer o elenco:

– O time acabou, aquele time não tem mais, o Flamengo vai ter que refazer o seu time e isso vai demandar tempo. Eu acho muito cruel a comparação que é feita por parte da imprensa e a maioria da torcida, pelo que sinto, que a comparação é assim, é o início do trabalho de um, o técnico atual, com os melhores momentos do trabalho do outro, então você está comparando algo pronto, concluído, maduro, um trabalho já consolidado, que acabou, do Jorge Jesus, com o trabalho que está começando, aí é complicado, é óbvio que não vai estar nesse estágio.

O jornalista também comentou sobre as opções que o Flamengo teria caso não contratasse o catalão e questionou se outro trabalho estaria em estágio melhor com algum brasileiro no comando do clube dentre os que estavam disponíveis no momento em que Jorge Jesus decidiu retornar a Portugal.

– A pergunta que acho que ninguém está se fazendo que é a seguinte: o português foi embora, não tem jeito, qual o técnico brasileiro que poderia com toda a certeza, se contratado, manter o time jogando daquela maneira? Quem é esse cara? Existe? Eu desconheço, acho que não tem. Qual técnico estrangeiro que poderia fazer isso? E que estaria disposto a trabalhar no Brasil, que é um outro problema. Domènec era o técnico disponível, disposto a vir e com um bom currículo, um cara que trabalhou muito tempo com o Guardiola dando treinamentos, trabalhando no dia a dia. Ele vai ter que colocar o time para jogar à forma dele e isso vai levar um tempo, isso vai demorar.

Deixe uma resposta