Com pênalti e gol nos acréscimos, Flamengo empata com o Botafogo no Maracanã

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

ColunadoFla: Flamengo e Botafogo entraram em campo na manhã deste domingo (23), no Maracanã, e a partida marcou o primeiro clássico do Mengão no Campeonato Brasileiro. Com retrospecto favorável, o Rubro-Negro de Domènec Torrent, pressionado pela torcida, enfrentou o Alvinegro em busca da segunda vitória na competição.

Em confronto válido pela quinta rodada do Brasileirão, o Mais Querido apresentou mudanças consideráveis na escalação: Matheuzinho, da base, foi o lateral-direito titular, depois da lesão de João Lucas, Diego Ribas substituiu Gerson e, Pedro Rocha, entrou no lugar de Arrascaeta.

O JOGO:

A partida começou animada, com as duas equipes pressionando e buscando o ataque. Aos 10 minutos, Matheuzinho, que assumiu a lateral-direita após a lesão de João Lucas, encontrou um espaço e finalizou de fora da área. O chute foi defendido por Gatito Fernandes, mas serviu para dar confiança ao Garoto do Ninho no jogo.

Pedro Rocha entrou bem pelo lado esquerdo do Flamengo, conseguindo criar boas jogadas para o Mais Querido, que buscava abrir o placar e sair na frente no clássico. O Mengo tinha mais posse de bola, mas esbarrava na marcação do Botafogo, que tentava frear os ataques do Rubro-Negro.

Aos 23 minutos,o Flamengo teve uma chance CLARA de abrir o marcador. Pedro Rocha cruzou na abeça de Bruno Henrique, que subiu sozinho e cabeceou em cima de Gatito Fernandes, que, no reflexo, fez a defesa e salvou o Botafogo. Dois minutos depois, o Alvinegro surpreendeu o Mais Querido, achou um contra-ataque e saiu na cara do Diego Alves, mas Luiz Henrique, dentro da pequena área, pegou mal e isolou.

Aos 30 minutos, Honda teve uma boa chance e finalizou rumo à meta de Diego Alves, mas a bola saiu pela esquerda de Diego Alves. A partir daí, o Flamengo diminuiu o ritmo e o Botafogo começou a equilibrar a partida. Em uma jogada de maior pressão do Alvinegro, Everton Ribeiro foi punido com o cartão amarelo, por carrinho em Guilherme Santos. Nada de novo no Maracanã e fim do primeiro tempo para Flamengo 0 x 0 Botafogo.

As duas equipes voltaram para o segundo tempo sem alterações e o Flamengo retornou com mais domínio da partida. No entanto, logo aos três minutos, Matheuzinho chegou atrasado na marcação, deu um entrada mais forte em Caio Alexandre e foi punido com cartão amarelo.

Ainda que sem substituições, Domènec mudou o posicionamento de três atletas: Gabigol, que no primeiro tempo estava na ponta direito, foi centralizado, Pedro Rocha saiu da esquerda para a direita e Bruno Henrique começou a cair pelo lado esquerdo. O Flamengo iniciou a segunda etapa buscando abrir o placar, mas errava muitas jogadas simples, não conseguindo executar bem nem os passes mais curtos.

A preparação física do Flamengo vem sendo um dos grandes problemas da equipe, que não consegue manter o ritmo e apresenta queda brusca de rendimento. Aos 18 minutos, Rodrigo Caio, após um encontrão, sentiu a virilha e precisou ser substituído. Dome chamou Thuler para o lugar dele e aproveitou para fazer uma substituição dupla, tirando o Pedro Rocha, um dos melhores em campo, para a entrada de Vitinho.

Sem nenhum dinamismo na segunda etapa, as duas equipes seguiram tocando bola e o Flamengo, quando conseguia manter a posse, não apresentava postura ofensiva. Aos 23, na tentativa de melhor o rendimento da equipe, Torrent fez mais uma substituição: tirou Diego Ribas, que estava bem, para a entrada de Thiago Maia.

Aos 30 do segundo tempo, o Flamengo conseguiu uma boa jogada. Everton Ribeiro cobrou o lateral, Thiago Maia tocou para Bruno Henrique que caiu, Filipe Luís cobrou para Gabigol, que balançou as redes de Gatito Fernandes. No entanto, o gol do Mengão foi anulado por toque de mão de Bruno Henrique. Segue 0 x 0 no Maracanã.

O Flamengo, mantendo a posse de bola, trabalhava muito as jogadas, mas não agredia o adversário e não conseguia criar as jogadas. Aos 36, Pedro entrou no lugar de Everton Ribeiro, na esperança de abrir o marcador e garantir a segunda vitória do Mengão na competição. Todavia, as alterações do catalão não surtiram efeito e, nos acréscimos, Pedro Raul balançou as redes de Diego Alves, garantindo a vitória do Alvinegro. Flamengo 0 x Botafogo 1.

No finalzinho, Bruno Henrique chutou para o gol e a bola explodiu no braço de Marcelo Benevenuto. De pênalti, Gabigol empatou a partida e encerrou o jogo no Maracanã.

Deixe uma resposta