Conmebol tenta fechar transmissão de jogos da Libertadores e Sul-Americana com a Disney

FOTO: LUCAS UEBEL

Rede Globo e a DAZN rescindiram seus contratos de transmissão da Libertadores da América e da Copa Sul-Americana junto à Conmebol, por conta da crise financeira causada pelo pandemia mundial da Covid-19. Ainda procurando uma casa para vários jogos que podem não ter transmissão para o Brasil, a Conmebol segue a oferecer os direitos da Libertadores e da Copa Sul-Americana para empresas de comunicação. Além das TVs abertas concorrentes da Globo, a entidade também acionou a Disney, dona dos canais ESPN Brasil e Fox Sports, que já possui um pacote generoso na TV paga.

Segundo o UOL Esporte, a Conmebol questionou se a empresa americana gostaria de fazer um aditivo no seu atual contrato de transmissão, que vai até 2022 e já lhe dá direito a transmitir, com exclusividade na TV por assinatura, a final única da Libertadores no Fox Sports.

A ideia da Conmebol era que a Disney pegasse parte dos jogos que estavam previstos para o SporTV na primeira fase da competição, que retorna em setembro. Ao todo, a Globo tinha 27 partidas exclusivas previstas, antes de rescindir o contrato por causa dos efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus, incluindo jogos que envolviam Flamengo, Grêmio e Internacional.

Ademais, a Conmebol ofereceu a oportunidade da Disney transmitir em seus canais esportivos a Copa Sul-Americana, a segunda mais importante do país, que está sem transmissão definida para o mercado brasileiro desde que o DAZN devolveu o pacote que tinha adquirido em 2019 para se lançar no mercado brasileiro.

A Disney ainda estuda a questão por que avalia que seu contrato de jogos com a Conmebol já é muito bom falando apenas de Libertadores, já que possui direito a muitos jogos. Dinheiro não é exatamente um problema, por que a empresa fecha seu balanço em dólares. Na semana que vem, uma nova reunião vai acontecer sobre isso.

A Libertadores está prevista para retornar no dia 15 de setembro, após seis meses de paralisação por causa do novo coronavírus. Dentre algumas mudanças para a realização da competição, estão: possibilidade de realizar até cinco substituições por equipe em cada jogo; além disso, os clubes poderão inscrever os jogadores em qualquer etapa do torneio; também está autorizado que os jogadores defendam mais de dois clubes na mesma temporada.

Deixe uma resposta