Filipe Luís comenta ‘saudade’ da Nação Rubro-Negra e afirma: “Não é a mesma coisa jogar sem torcida”

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

ColunadoFla: Devido à pandemia mundial da Covid-19, o futebol brasileiro ficou paralisado por um bom tempo. Entretanto, apesar das competições terem retornado, a presença do público ainda segue vetada, pois não foi encontrado um método eficaz para que a doença não se propague, sem ser através do isolamento social. Com isso, o lateral-esquerdo do Mengão, Filipe Luís, em participação ao quadro ‘Tino Marcos Uchôa’, do ge.com, disse que não é a mesma coisa jogar sem a torcida apoiando. Além disso, o jogador admitiu que está sentindo falta.

Outro ponto abordado por Filipe Luís foi a questão de sua escolha pelo Brasil e pelo Flamengo, ainda em 2019. O jogador afirmou que, chegou a um ponto de sua carreira, que o importante é ser feliz. Para realizar um sonho, de defender seu time de coração, o camisa 16 escolheu o Mais Querido e se mudou da Espanha para seu país natal. Para ele, não há nada que valha mais do que ser feliz e viver tudo o que ele viveu e vem vivendo no clube.

— Que saudade da torcida. Não é a mesma coisa jogar sem torcida, mas é uma coisa que fica muito marcada. Não só eu, mas todos os jogadores, a gente sente muita saudade. Vir jogar aqui (no Brasil) foi uma decisão muito difícil, mas a minha mulher foi uma das pessoas que mais me apoiou. Ela foi a que mais me incentivou, talvez, para vir aqui para o Flamengo -, disse, antes de continuar:

Mais: Momento fofura: filha e esposa de Isla posam em foto de família com camisa do Flamengo

— Sempre tive esse receio de voltar para o Brasil, a gente sabe a pressão que existe aqui nos clubes brasileiros, mas poxa, o que eu vivi aqui no Flamengo e o quanto eu sou feliz aqui no clube… porque a gente pode ser campeão, brigar por título, perder jogos, ganhar jogos, mas o que mais importa, nesse momento, na minha carreira, é ser feliz -, finalizou.

Vestindo o Manto Sagrado, Filipe Luís tem 39 jogos, um gol e três assistências. Além de ter assumido a titularidade na lateral esquerda da equipe, o camisa 16 acumula títulos como: Campeonato Brasileiro e Libertadores, em 2019; e Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana, Taça Guanabara e Carioca, todos em 2020. Nesta quarta-feira (19), o lateral e a equipe rubro-negra entram em campo para enfrentar o Grêmio, às 19h15, no Maracanã, pela quarta rodada do Brasileirão.

Deixe uma resposta