Flamengo se junta a outros clubes em campanha nas redes #PelaLeiDoMandante


Na noite desta terça (18), o Flamengo através de suas redes sociais, se posicionou na campanha em favor da MP 984, a Medida Provisória 984 que dá ao mandante de uma partida, os direitos de transmissão, despachada pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), em 18 de junho. O presidente rubro-negro, Rodolfo Landim, foi um dos grandes articuladores da iniciativa.

O Mais Querido se juntou a 16 clubes da Série A do futebol brasileiro: Atlético-PR, Atlético-GO, Atlético-MG, Bahia, Ceará, Corinthians, Coritiba, Fortaleza, Goiás, Internacional, Palmeiras, Red Bull Bragantino, Santos, Sport e Vasco. Clubes da Série B também apoiam a medida e a campanha. O assunto foi um dos mais comentados no Brasil no Twitter.

Marcando os perfis das Casas Legislativas do Brasil, no Twitter, o clube ressaltou a união e pediu para os torcedores subirem a tag da campanha: “Os clubes estão unidos, Nação! Vamos subir a tag #PelaLeiDoMandante pra mostrar ao @SenadoFederal e @camaradeputados que somos a favor da democratização do futebol! #CRF“.

Dentro do Flamengo, grupos políticos já se movimentam para que a iniciativa vire lei. o grupo político “Fla+” também criou uma campanha para que os torcedores pressionem deputados e senadores para que a medida seja pautada. Segundo o UOL, o objetivo do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é deixar o texto caducar. Não foi designado nem um relator para o projeto. Outro grupo a contribuir com o debate, é o “Sócios pelo Flamengo”. Os sócios fizeram um estudo minucioso de cada emenda proposta.

Por ser tratar de uma Medida Provisória, o texto tem validade de 60 dias, prorrogáveis por mais 60 se não houver votação na Câmara e no Senado. Nos corredores, os políticos justificam a demora na análise da MP por conta da pandemia, pois há temas mais urgentes em pauta.

Veja a publicação do Flamengo:

Deixe uma resposta