Filipe Luís analisa início de trabalho de Domènec no Flamengo: “Todo mundo vai correr por ele”

Lateral rubro-negro comenta transição de comando na equipe e cita detalhes da reunião do elenco com o treinador após a derrota para o Atlético-GO

Filipe Luís agradece assistência de Gabigol
FOTO: REUTERS

GloboEsporte: Filipe Luís foi o convidado do programa Tino Marcos Uchôa desta terça-feira. O lateral do Flamengo, entre outros assuntos, falou sobre a transição no comando técnico da equipe, que perdeu Jorge Jesus e trouxe o catalão Domènec Torrent para o cargo. O jogador destacou o pouco tempo para trabalhar que “Dome” teve até o momento.

– O Flamengo não pode jogar no contra-ataque. A torcida não aceita essa filosofia. Hoje o plantel tem essas características técnicas. O clube teve calma para pegar um treinador com este perfil. Não existem treinadores iguais. Tive vários e são todos diferentes. Mas todos tem o objetivo em comum. Tanto o Jorge Jesus, quanto Domènec e o Tite. Querem ter a bola e fazer o gol. Ele (Domènec) chegou, teve cinco treinos e foi pro jogo. Não teve tempo para trabalhar. Com os líderes que temos no plantel, estamos ajudando muito. Conforme nós vamos entendendo as ideias o time vai começando a melhorar.

Filipe Luís falou também sobre a reunião do elenco com o treinador após a derrota por 3 a 0 para o Atlético-GO, no Estádio Olímpico, na última quarta-feira. O lateral afirmou o apoio do grupo ao treinador e garantiu que este foi um dos temas da conversa.

– Foi uma reunião fechada. Não quis falar sobre isso para não parar informações para os adversários. O que posso te falar é que a gente expôs ao treinador que ele pode fazer o que ele quiser que nós vamos comprar a ideia dele. Todo mundo vai correr por ele. Este grupo é um grupo de homens. Estamos dispostos a aprender com ele.

Deixe uma resposta