Rafinha deixa o Flamengo em meio a litígio judicial com ex-mulher

Lateral se despede do Rubro-Negro nesta sexta-feira

Rafinha não é mais jogador do Flamengo. O lateral recebeu uma boa proposta do Olympiacos, da Grécia, e deve se apresentar ao novo clube na próxima quarta-feira. Na última semana, o atleta recebeu em sua casa uma intimação para que informe à Justiça quais são os bens registrados em seu nome e de familiares. A intimação é consequência de um processo movido pela ex-mulher e mãe de suas duas filhas, de 11 e 7 anos, Carolina Ferrari Santana. As informações são do Blog na Gabriela Moreira.

Segundo informações do Blog, Carolina informa que vem tentando esclarecer a situação junto ao ex-marido desde o ano passado, quando o jogador foi transferido para o Flamengo. A insatisfação de Carolina se dá por dois motivos, segundo a ação. Um deles, pelo fato de Rafinha ter reduzido o valor de pensão alimentícia que paga desde a separação, em 2017.

“Após a separação do casal o requerido continuou prestando integral auxílio financeiro às filhas e à companheira. Contudo, em movimento gradual e injustificado, passou a “cortar” os valores repassados a família”, sustenta a defesa de Carolina.

O segundo motivo de insatisfação é pelo fato do jogador não feito a devida partilha de bens com a ex-mulher. Carolina, que é formada em direito, afirma no processo que o ex-marido transferiu bens para sua mãe e irmão com o objetivo de “fraudar a partilha”.

“Ademais, por meio de consultas informais em imobiliárias locais, soube-se que o requerido tem por hábito fazer a compra de imóveis sem o devido registro público posterior, ou seja, ele mantém as aquisições apenas em instrumentos particulares. O que foi percebido pela autora quando da procura das matrículas de imóveis que tinha ciência que haviam sido adquiridos pelo ex-companheiro”

Publicado em: O Dia