Flamengo entra de novo na Justiça para impedir CBF de entregar Taça das Bolinhas ao São Paulo

Flamengo entrou de novo no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) contra a CBF

O DIA: A disputa pela Taça das Bolinhas ganhou novo capítulo nesta terça-feira. O Flamengo entrou de novo no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) contra a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), pedindo liminar que a proíba de entregar a polêmica taça ao São Paulo. A informação foi divulgada pelo portal “Esporte News Mundo”.

O Rubro-Negro solicitou que a CBF seja obrigada em liminar pela Justiça a “abster-se de praticar qualquer ato que viole disposições dos Regulamentos dos Campeonatos Brasileiros de futebol masculino profissional de 2006, 2007 e 2008 – cujos respectivos artigos 6º, 7º e 5º estabeleciam que o prêmio em disputa era o troféu “Campeão brasileiro”, e não o troféu “Copa Brasil” –, até o julgamento de mérito desta demanda, sob pena de multa diária de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) em caso de descumprimento da determinação – limitada ao “teto” sugerido de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais)”.

Como argumento, o Flamengo alegou que “a caixa econômica federal foi recém intimada a devolver o troféu para que a CBF adote as”medidas cabíveis acerca do destino da Taça das Bolinhas”, sendo questão de tempo até que seja colocado em prática o posicionamento institucional ilegal da RÉ manifestado no ofício CBF N.º 587/2018, em grave violação às normas dos regulamentos dos Campeonatos Brasileiros de 2006, 2007 e 2008”.

O troféu em disputa dito nos regulamentos da CBF das edições do Brasileirão dos respectivos anos é a nova base da discussão jurídica. “A fim de dissipar em definitivo qualquer dúvida objetiva que ainda pudesse pairar a respeito de qual o troféu em disputa nos Campeonatos Brasileiros de futebol nos anos de 2006, 2007 e 2008”, argumentou o Flamengo em trecho da inicial.

Disputa segue acirrada pela Taça das Bolinhas – Divulgação