Jorge Jesus nega ter indicado jogadores do Flamengo ao Benfica: “Não pedi nenhum”

Imprensa portuguesa tem especulado o desejo do treinador por Gerson, Bruno Henrique e Léo Pereira nas últimas semanas

Isabel Cutileiro e Tânia Paulo / SL Benfica

HashtagRubroNegro: Apesar de ter deixado o Flamengo há duas semanas, o nome de Jorge Jesus segue ligado ao Mengão pela imprensa de Portugal devido as especulações sobre os pedidos por Bruno Henrique, Gerson e Léo Pereira para reforçar o Benfica. Entretanto, o próprio garante não ser verdade.

Neste sábado (8), o comandante concedeu entrevista ao canal do Benfica para falar sobre os planos para o clube, foi questionado sobre os atletas rubro-negro e negou ter feito tais solicitações ao presidente benfiquista.

Eu sou um bocadinho tendencioso. Estamos a falar do Benfica, mas estamos a falar de futebol. O Flamengo está, seguramente, ao nível das três melhores equipas do Mundo, onde está o Manchester City, o Liverpool… depois temos aqui uma dúvida sobre qual será a outra. Tanto é assim que fomos [Flamengo] a uma final do Mundial de Clubes diante do Liverpool, onde eu não vi diferença nenhuma, a não ser no maior nível de jogos que já tínhamos nas pernas. Isto tudo para te dizer que o Flamengo tem grandes jogadores. Sou grato às pessoas que me amam, os jogadores estão no meu coração. Custou-me imenso sair de lá. Não quero mexer mais com isso. Não pedi nenhum jogador do Flamengo ao presidente do Benfica“, afirmou o treinador.

Jorge Jesus comando o Flamengo de junho de 2019 a julho de 2020 e entrou para a história do clube com as conquistas de Copa Libertadores, Campeonato Brasileiro, Supercopa do Brasil, Recopa Sul-americana, Taça Guanabara e Campeonato Carioca.

Mesmo após ter renovado o contrato em junho passado por mais uma temporada, o treinador não resistiu a investida do Benfica, clube onde fez história entre as temporadas de 2009 e 2015, e decidiu deixar o projeto do Mengão para trabalhar novamente em sua terra natal.

A direção dos Encarnados nem chegou a negociar com o Flamengo pela liberação do treinador. Foi feito o pagamento da multa rescisória de 1 milhão de euros (R$ 5,8 milhões) pelos portugueses para ter o Mister.

Deixe uma resposta