Entenda Como Jesus Pode Fazer O Flamengo Economizar Até R$ 25 Milhões

Jorge Jesus no título carioca do Flamengo, na última quarta-feira (15) | Thiago Ribeiro / AGIF

A saída de Jorge Jesus ainda é sentida por uma parte da torcida do Flamengo, em menos de um ano o treinador português conseguiu colocar o nome do Fla no topo do cenário da América do Sul. Com a chegada de Domènec Torrent, apesar de ainda não ter comandado a equipe em nenhum jogo oficial, já faz a cúpula flamenguista comemorar no quesito financeiro.

Com a nova comissão técnica o Rubro-negro clube prevê uma economia até o fim da temporada de até 25 milhões em relação ao treinador anterior. A economia pontua salários, direitos de imagem, impostos, além da premiação prevista em caso de títulos, que é inferior aos valores que seriam pagos ao Jorge Jesus e seus membros da comissão técnica. O cálculo é de cerca 2,4 milhões poupados por mês com a trocam de sete portugueses por quatro espanhóis.

Domènec Torrent no CT do Flamengo Alexandre Vidal/Flamengo

De acordo com informações do site Extra, o treinador espanhol e sua equipe vão receber no Fla, 1,5 milhões de euros por temporada. A comissão do Mister custava aos cofres do Fla o dobro: 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 21 milhões anuais). O vice de futebol Marcos Braz deixou claro na apresentação de Domènec que o único valor acima de Jesus é em relação à multa rescisória. O contrato com o catalão é válido vai até o fim de 2021, caso haja rescisão o espanhol terá que arcar com mais do que o 1 milhão de euros tratados com o português.

“Esse contrato nos deixava desconfortável com esta multa, mas era o possível, porque o Jorge falou: Estou diminuindo o que estou ganhando, quero que diminua a multa também. Nesse primeiro contrato, havia inúmeras incertezas. Acaba esse contrato, e deu tudo diferente do que poderia achar que seria problema. Flamengo campeão da maioria das competições, ano magnífico. E se depara com a pandemia. Nós já tínhamos feito proposta maior de renovação, mas não foi possível continuar. Nesse período, o Benfica perde a ponta, o Porto passa, e quem é do mundo do futebol sabe como funciona”, explicou o vice-presidente do Fla.

Deixe uma resposta