Rui Gomes não garante permanência de Jesus, caso seja eleito Presidente do Benfica

Parece que nem só de flores é a volta de Jorge Jesus ao Benfica após deixar o Flamengo. O treinador Lusitano, que aqui no Brasil e principalmente no Rubro Negro deixou uma impressão e uma ideia de jogo e personalidade positiva, parece não se repetir em Portugal.

O candidato à presidência do clube português, Rui Gomes da Silva, é crítico à gestão de Luis Filipe, atual mandatário do Clube e que contratou Jorge Jesus.

Em entrevista ao jornal O Globo, o advogado aponta a contratação de Jorge Jesus como um ato de desespero do atual presidente, que gastou segundo Rui, “uma fortuna”  e não confirma se manterá Jesus no cargo, caso vença as eleições, inclusive mencionando não se tratar da parte técnica, mas sim dos meios no qual segundo o canditato, Jorge Jesus, saiu do clube na primeira vez.

O Mister terá sua segunda passagem pelo Benfica. Na primeira, entre os anos de 2009 e 2015, o técnico comandou 321 jogos e obteve 225 vitórias. Além da conquista do tricampeonato do Português.

Fonte: urubuinterativo