Só no Maraca e em meio à pandemia, Flamengo encerra Carioca com lucro

Mesmo com prejuízo nas operações de jogos após a proibição do público nos estádios, o clube obteve resultado financeiro positivo na disputa do Campeonato Estadual em 2020

Apesar dos sete jogos sem público por conta do novo coronavírus e os protocolos de segurança adotados pela Ferj, o Flamengo encerrou o Carioca de 2020 com lucro na operação dos jogos do campeonato. A arrecadação foi de R$ 356 mil, um valor aquém do orçado pelo clube no início da temporada. Com a pandemia da Covid-19, as projeções da diretoria tiveram que ser atualizadas.

A partir da proibição das torcidas nos estádios do Rio de Janeiro, ainda em março, o Flamengo teve prejuízos em 100% das partidas. Foram sete jogos (Portuguesa, Bangu, Boavista, Volta Redonda e três clássicos com o Fluminense) que resultaram em R$ 1 milhão e 140 mil em despesas e não tiveram receitas.

Como mandante ou visitante, o Flamengo realizou 100% dos jogos no Carioca no Estádio do Maracanã

E ANTES DA PANDEMIA?

Antes da paralisação do futebol do Rio, que ficou suspenso entre 14 de março e 18 de junho, o Fla já havia disputado dez jogos pelo Estadual, com rendas somadas de R$ 13,351 milhões. Depois das despesas pagas, o clube ficou com R$ 1 milhão e 498 mil.

Dessas 10 partidas, o Flamengo obteve lucro em sete. As outras três foram as rodadas iniciais da Taça Guanabara, contra Macaé, Vasco e Volta Redonda, nas quais o clube atuou com um elenco alternativo sob o comando de Maurício Souza, treinador do Sub-20. Neste período, o prejuízo total foi de R$ 469 mil.

CLUBE ARRECADA COM PREMIAÇÃO, TRANSMISSÃO E PARCERIAS

Se não pôde contar com a arrecadação por meio da bilheteria, a direção do clube se mobilizou para gerar receitas de outras formas. O desempenho em campo garantiu R$ 2,5 milhões, sendo R$ 2 milhões pelo título estadual e R$ 500 mil pela conquista da Taça Guanabara, o primeiro turno do campeonato.

A partir da publicação da MP 984, que alterou a regra sobre os direitos de transmissão e teve uma série de desdobramentos, o Flamengo também conseguiu capitalizar via FlaTV, que transmitiu dois jogos com imagens, com parcerias pontuais – como com a Qualicorp que estampou o calção do time na decisão contra o Fluminense – e também com o acordo com a emissora SBT.

O clube, contudo, mantém esses valores em sigilo. Em contrapartida, para ter essas possibilidades, o clube não entrou em acordo com a TV Globo pelos direitos do Carioca de 2020. A proposta inicial havia sido de R$ 18 milhões.

Fonte: Lancenet