Flamengo deve lucrar R$ 1,5 milhão com venda de transmissão da final do Campeonato Carioca

Time rubro-negro será campeão estadual se vencer ou empatar nesta quarta-feira

Flamengo negociou os direitos de transmissão da decisão do Campeonato Carioca contra o Fluminense, nesta quarta-feira, e o lucro será aproximadamente de R$ 1,5 milhão. O acordo fechado com o SBT prevê divisão de 50% dos valores das cotas de patrocínios fechadas. Após a venda de seis cotas, o faturamento deve chegar a um valor em torno de R$ 4 milhões.

Estes números foram informados primeiro pelo site Máquina do Esporte.

O gasto com custo operacional e impostos atinge a faixa de R$ 1 milhão. Com isso, os R$ 3 milhões restantes seriam repartidos entre a emissora e o clube, mandante do jogo.

No cardápio oferecido ao mercado, as chamadas cotas Net, para toda a rede, tinham valor exato de R$ 11.374.590. PicPay, Ambev (Brahma), Unilever (Clear), Havan, Estácio de Sá e Hypera Pharma (Miorrelax) fecharam acordo com cerca de 95% de desconto do valor em cada cota.

No mercado a prática é considerada comum, principalmente diante da necessidade de venda rápida, próxima ao evento. O desconto normalmente praticado pelo SBT nestas situações, ainda mais com parceiros comerciais já existentes, fica numa faixa entre 40% e 50%. Ambev e Hypera Pharma, por exemplo, já anunciam no Futebol 2020 da TV Globo.

A cota Net oferece alguns benefícios como: uma vinheta na abertura da transmissão, 20 chamadas com assinatura caracterizada, dois comerciais de 30 segundos, duas vinhetas de passagem, duas inserções de vídeo e três diárias com banners para celular e mobile. Além disso, 15 comerciais de 30 segundos e três milhões de visualizações em mídias de apoio.

Há também outro tipo de oferta no cardápio: a cota local. O valor exato dela é de R$ 2.566.968 e as entregas são duas vinhetas de passagem, dois comerciais de 30 segundos nas transmissões locais, além de dez comerciais de 30 segundos e dois milhões de visualizações em mídia de apoio.

O SBT contará com Téo José na narração e os comentários dos ex-jogadores Carlos Alberto e Athirson. A FlaTV também vai fazer a transmissão da partida com imagens.

O valor oferecido pela TV Globo ao Flamengo no início do ano era de R$ 18 milhões, mesmo padrão dos outros grandes clubes cariocas. A oferta foi rejeitada. Com o reinício do Carioca, a Globo chegou a acenar com a possibilidade de R$ 1 milhão por partida nos seis jogos restantes. O Flamengo fez uma contraproposta cinco vezes maior, e o acordo não andou.

Recentemente, o clube, já baseado na Medida Provisória 984, transmitiu seu jogo na plataforma digital MyCujoo e arrecadou cerca de R$ 1,1 milhão. Em cima da hora do jogo, a plataforma de pagamento do aplicativo não suportou a quantidade de acessos simultâneos e a diretoria liberou acesso gratuito ao jogo na FlaTV.

Acordos para o exterior e patrocínio pontual no calção

O Flamengo fechou acordo para transmissões do Fla-Flu no exterior, em China e Portugal. O clube também acertou um patrocínio pontual para o calção nesta quarta-feira com a Qualicorp, administradora de planos de saúde.

A marca ocupa o espaço que até março era da Azeite Royal. O contrato foi rescindido unilateralmente pela empresa e tinha valor de R$ 3 milhões até dezembro. O Flamengo cobra R$ 1,2 milhão na Justiça.

Fonte: Espn