Dirigente do Flamengo revela insatisfação com ex-gestão do clube: “Isso nos incomodava muito”

Vice-presidente de relações externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, em entrevista ao “Canal Ser Flamengo”, comentou sobre alguns fatores que foram fundamentais no crescimento do futebol rubro-negro. Na visão do dirigente, o fato de, na gestão anterior, um atleta do elenco não ser premiado pela boa apresentação, o incomodava. Segundo o VP, um planejamento foi traçado seis meses antes da posse.

— A gente (gestão do Landim) começou, quase seis meses antes da eleições, a definir como seria o departamento de futebol dos sonhos do Flamengo. Começamos a desenhar primeiro onde queríamos chegar, depois fizemos uma análise de onde estávamos e o que faltava para chegar no nível ideal. Tinha uma diferença nisso. Uma coisa que me incomodava muito era o jogador fazer um ano sensacional e não receber um bônus, um aumento, uma premiação por isso … O Flamengo tinha uma cultura de que se não vencer, tudo bem. Isso nos incomodava muito -, contou Bap.

Após a posse de Rodolfo Landim, que assumiu a presidência do Mais Querido no começo de 2019, o Flamengo conquistou duas Taças Guanabaras (2019 e 2020), Campeonato Carioca, Copa Libertadores e Brasileirão (2019), Recopa Sul-Americana e Supercopa do Brasil (2020).

CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA: