Cinco substituições favorece o Flamengo? Thiago Maia discorda: “Vai beneficiar todos os times”

Thiago Maia Flamengo
Foto: Paula Reis / Flamengo

O Flamengo retomou as atividades em maio, em meio à pandemia do novo coronavírus, seguindo rigoroso protocolo de segurança. Com a paralisação das competições por conta da doença, a FIFA modificou algumas regras, dentre elas a de substituições durante os confrontos. Agora, um clube poderá trocar cinco jogadores desde que pause a partida apenas três vezes. Desde então, abriu-se a discussão de que, no futebol brasileiro, o Fla seria favorecido, mas nem todos enxergam dessa maneira.

Há o debate de que o Flamengo seria beneficiado por conta do forte elenco rubro-negro, facilitando assim a manutenção do nível elevado do time durante os jogos. Questionado sobre o assunto, Thiago Maia revelou não enxergar a situação dessa maneira. Embora tenha elogiado o plantel do time carioca, o volante acredita que todos os clubes serão, de alguma forma, favorecidos com a mudança da regra.

— Acredito que a nova regra a respeito das substituições vai beneficiar todos os times. O Flamengo tem um elenco recheado de grandes nomes e cada um é importante dentro do nosso grupo, que é muito unido e fechado. Certamente existirão mais oportunidades e todos devem estar preparados para aproveitar -, disse o volante, em entrevista ao Lancenet!.

A regra, no entanto, tem durabilidade apenas para competições que iniciam em 2020. Porém, a FIFA estuda prolongar por mais algumas temporadas, caso o “teste” seja aprovado neste ano. Com direito a fazer cinco substituições, o Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira (01), contra o Boavista, pela última rodada da fase de grupos da Taça Rio. O confronto ainda não tem horário confirmado, mas acontecerá no Maracanã.

Fonte: ColunaDoFla!