Vice de futebol do Flamengo, Braz admite interesse em renovar contrato de Pedro Rocha

Após ser campeão da Libertadores e do Brasileirão em 2019, o Flamengo fez contratações pontuais para reforçar o elenco. Dentre os atletas para o ataque, Pedro Rocha foi o primeiro a chegar à Gávea. Até então, porém, por conta da acirrada disputa por vaga no setor e também da paralisação, o camisa 32 atuou por apenas duas vezes. Neste cenário, o Fla cogita a extensão do empréstimo do jogador, que pertence ao Lokomotiv Moscou, da Rússia.

Durante entrevista coletiva concedida na tarde desta segunda-feira (22), Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Fla, foi quem admitiu a possibilidade. Apesar disso, o dirigente pregou paciência. Isso porque, segundo ele, enquanto não houver certeza da duração das competições, não é possível estabelecer um prazo de contrato para os atletas.

– A gente ainda vai tomar esse posicionamento logo depois que começar o Campeonato Brasileiro. Não adianta começar uma tratativa para os jogadores ficarem mais um tempo aqui, se a gente não sabe como será a necessidade. Vai precisar de dezembro todo? Janeiro todo? Um pouco de fevereiro? A gente se sente mais confortável de conversar de uma vez só, após a reestruturação do calendário. Essa é a orientação que a gente vem adotando aqui, para que não tenha que fazer outra negociação no meio do caminho.

Vale destacar que, além de Pedro Rocha, há também o atacante Pedro em situação semelhante: emprestado pela Fiorentina, o jogador tem vínculo com o Fla até o fim do ano e passe fixado. Thiago Maia, volante que tem direitos ligados ao Lille, tem empréstimo por período maior, com duração até junho de 2021, o que dá mais segurança ao Fla.