Gabigol tem noite de garçom, Pedro Rocha marca, e Flamengo atropela o Bangu em reestreia do Carioca

Na noite desta quinta-feira (18), após três meses de paralisação, o Flamengo entrou em campo contra o Bangu, em confronto que marcou o reinício do Campeonato Carioca. A partida, válida pela quarta rodada da Taça Rio, foi disputada no Maracanã, e teve show de Gabigol, que fez o papel de garçom e deu duas assistências. Com gols de Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro Rocha, pela primeira vez, o Rubro-Negro deu show e atropelou o Bangu.

O JOGO

O retorno do futebol Carioca foi marcado pela superioridade do Flamengo em campo, que demonstrou uma excelente forma física. No primeiro tempo, o Mais Querido dominou o confronto e o Bangu não viu a cor da bola. Nos primeiros minutos, o Mengão teve uma boa chance com Arrascaeta, mas a zaga do adversário tirou. Aos 11, Gabigol, de esquerda, quase abriu o placar. O camisa 9 bateu no cantinho do goleiro Matheus Inácio e a bola beijou a trave do Bangu.

Se preparando para o retorno do Campeonato Carioca desde o começo de maio, o Flamengo mandou no jogo e, atacando por todos os lados, balançou as redes aos 18 do primeiro tempo. Arrascaeta, de canhota, marcou o primeiro gol do retorno do futebol. Depois do cruzamento de Rafinha, a bola sobrou para Giorgian que não perdoou. Mengão 1×0.

No segundo tempo, o Flamengo voltou aos gramados sem alterações e, assim como na primeira etapa, com grande domínio e imposição física. Sem muitas dificuldades, o Rubro-Negro continuou pressionando o adversário em busca de mais um gol. Aproveitando a nova regra, que permite cinco substituições por partida, aos 17 minutos, Jorge Jesus tirou Everton Ribeiro e Arrascaeta para a entrada de Michael e Vitinho.

Pouco antes da metade do segundo tempo, aos 20, a estrela de Bruno Henrique brilhou. O camisa 27 recebeu de Gabigol, que cruzou na medida para o companheiro de ataque ampliar o marcador. Mengão 2×0. Dominando o jogo, o Mais Querido continuou com a marcação alta e, em um contra-ataque, viu o Bangu tentar surpreender. Aos 26, Diego Alves foi gigante e fez uma defesaça! Juan Felipe bateu forte, na direção da gaveta, mas parou no ‘Paredão’ do Mengão.

Com 2×0 no placar, o Mister aproveitou para dar rodagem ao elenco e testar novas peças. Aos 29 minutos, mais duas substituições: Jesus tirou Gerson e Arão para as entrada de Diego e Thiago Maia, que entraram bem na partida e fizeram jus à escolha do treinador. Ao final do jogo, o português fez a quinta e última alteração e deu oportunidade a Pedro Rocha, que substituiu Bruno Henrique, autor do segundo gol.

Aos 43, Pedro Rocha fechou o caixão e marcou o primeiro com o Manto Sagrado! Gabigol não marcou, mas deu duas assistências perfeitas e, no melhor estilo ‘faz e me abraça’, deixou o Pedro Rocha sozinho, na cara do gol. O camisa 32 tirou do goleiro Matheus Inácio e bateu no cantinho. Fim de papo no Maracanã.

Fonte: Coluna do Fla