Thiago Maia aponta Bruno Henrique como jogador mais difícil de marcar

Em entrevista ao 'Fora de Jogo', do Esporte Interativo, volante contou que disputa nos treinos é intensa e vê ataque do Flamengo como melhor do Brasil

Perto de completar seis meses no Flamengo, Thiago Maia já está totalmente entrosado com o grupo. Nesse início de temporada, o volante esteve em campo em seis ocasiões e foi titular nas duas partidas pela fase de grupos da Libertadores da América. Desde que chegou, o jogador sempre destacou a qualidade do elenco e dos companheiros. Em entrevista ao ‘Fora de Jogo’, do Esporte Interativo, nesta sexta-feira (12), revelou que Bruno Henrique é o jogador mais difícil de marcar.

“Dos que eu enfrentei, como joguei contra o Chelsea, o Willian é um cara que, meu Deus do céu, se ele der o tapa já era. Mas nos treinos, aqui, o Bruno Henrique também, se você não derrubar ele, ele arrasta você até o final do jogo. Até o Mister, quando a gente toma gols deles, a gente fala que está jogando contra o melhor ataque do Brasil, não é fácil parar os caras. A gente tem que pensar rápido, Bruno Henrique é rápido, Gabriel tem muita força e tem faro de gol. Qualquer errinho, eles fazem gol. Além de fazer gol, eles ainda zoam a gente, então a gente dá a vida nos treinos”, revelou o volante.

O Flamengo voltou aos treinos há cerca de três semanas, mas ainda segue aguardando a definição do retorno do futebol no Brasil. A última vez que a equipe esteve em campo foi no dia 14 de março, na vitória por 2×1 diante da Portuguesa, pelo Campeonato Carioca. Thiago Maia garante que a paralisação não vai comprometer o ritmo da equipe.

Ranking coloca Jorge Jesus como o terceiro melhor técnico do mundo

“Ah, sem dúvidas. A gente já estava voando nos treinos, imagina nos jogos. Isso mostra como é o Flamengo. O Mister é um cara muito exigente, todos os dias ele vai cobrar, ele vai pegar no nosso pé, porque ele sabe que podemos dar o nosso melhor. Se Deus quiser, quando o campeonato voltar, a gente vai manter o que a gente deixou antes da parada, e poder ganhar os jogos com calma e com paciência, que é o que a gente vem fazendo”, analisou Thiago.

O Flamengo, junto com Internacional e Grêmio, puxou a fila na volta das atividades, entre os clubes da Série A. O clube aplicou um protocolo rígido de segurança no Ninho do Urubu e os profissionais do futebol estão sendo testados toda semana. Thiago Maia garantiu que se sente seguro para treinar e retomar a rotina no CT.

“Eu me sinto muito seguro quando chego no clube, porque na entrada já tem vários protocolos para fazer. Acho até que a gente está mais seguro no clube do que em casa. Metade da população acabou pegando o vírus dentro de casa. O Flamengo disponibilizou várias logísticas para a gente voltar. Até chegaram a falar que a gente estava sendo forçado a treinar, isso e aquilo, mas todos aceitaram a volta e vimos que dava para voltar realmente. Agora as coisas estão caminhando melhor”, afirmou Thiago Maia.