“Sabíamos que teríamos bons resultados”, afirma presidente do Flamengo sobre 2019

A chegada de Jorge Jesus em junho de 2019 foi um divisor de águas para o ano do Flamengo. A escolha pelo técnico português foi muito questionada pela imprensa na época. Em entrevista ao programa Jogo Aberto, nesta sexta-feira (05), o presidente Rodolfo Landim garantiu que a expectativa pelo trabalho do técnico era muito positiva.

– A gente tinha a expectativa de que fosse dar certo, a verdade é que deu tudo certo. Vencemos os campeonatos que mais queríamos, que era a Libertadores e o Brasileiro, ficou só faltando o Mundial. Essa era a última meta nossa para o ano.

O presidente enalteceu o trabalho de liderança de Jorge Jesus e disse que fez questão de participar pessoalmente das últimas conversas antes da contratação ano passado.

– Quis ter uma conversa com ele. Fui para Madrid, na véspera da Champions, tivemos longas discussões. Não tinha dúvida que ele tinha a cara do Flamengo. Ele se parece comigo em alguns aspectos, é detalhista, trabalhador, não gosta de perder. É um líder natural e sentimos isso. A gente teve uma expectativa muito positiva desde o primeiro momento. Não tínhamos a certeza de que íamos vencer os campeonatos, mas com os reforços e a chegada dele, sabíamos que teríamos bons resultados ao longo do ano.

Além disso, Landim também contou que houve uma reunião após a partida contra o Liverpool. Segundo ele, os jogadores fizeram um ‘pacto’ para a busca do título Mundial em 2020: “Temos um acerto entre os jogadores, para trabalhar e disputar de novo nesta temporada, para tentar ganhar o próximo.”