Vasco tem 16 atletas diagnosticados com coronavírus

Vasco da Gama
FOTO: FRED GOMES/GLOBOESPORTE

O futebol brasileiro está paralisado há pouco mais de dois meses e, no Rio de Janeiro, existem movimentações para retomada do estadual. Neste processo, clubes têm realizado testes de Covid-19 em atletas e pessoas envolvidas no dia-a-dia dos treinos. O Flamengo, principal apoiador do retorno, tem 100% do elenco livre da doença. Porém, o Vasco, que também quer a volta, teve 16 atletas diagnosticados com a doença. Ao todo, o Cruzmaltino testou 250 pessoas, e 75 tiveram resultado positivo para o vírus.

Mesmo com o número elevado de casos positivos na equipe e na cidade do Rio de Janeiro, o Vasco retornará às atividades nesta segunda-feira (01), em São Januário. Chefe do departamento médico do clube, Marcos Teixeira indicou que os jogadores passarão por uma nova bateria de exames na reapresentação.

— Só fazemos fazer o que está permitido pelas autoridades. Faremos exames médicos, avaliação da fisioterapia e fisiológica. Não haverá treino propriamente dito, porque vamos seguir exatamente o que está autorizado pela Prefeitura e pelos órgãos que regulam as atividades – explicou.


Compre seu manto oficial e outros produtos do Mengão; clique aqui e compre com desconto


Além disso, o Coordenador científico do Vasco, Marcos Cezar, confirmou que os atletas passarão por avaliações físicas. Na visão do profissional, a paralisação do esporte por mais de dois meses afetou a composição corporal e os padrões de movimentos dos jogadores.

— A partir de amanhã iremos iniciar bateria de avaliação nos nossos atletas com o objetivo de identificar os níveis de condição física em que se encontram após o período de mais de 70 dias de inatividade por conta do isolamento social. Serão avaliações da composição corporal, dos níveis de força e também funcionais. Identificar como estão os padrões de movimentos dos atletas, pensando que nesse período de recesso pode ter acontecido algumas perdas significativas e também na capacidade aeróbia para que possamos traçar um protocolo de reabilitação.

Leia também: Gabigol e Bruno Henrique são destaque em ranking mundial

Confira a nota publicada pelo Vasco:

“Três atletas tiveram contato com o vírus e estão curados. Observamos 16 atletas que vieram com exames positivos. Eles são isolados do grupo, vão continuar com contato médico e exames seriados até que tenhamos certeza que eles não poderão mais transmitir esse vírus para o restante do elenco. Isso só comprova que estamos fazendo uma grande ação de saúde, identificado o mais rapidamente possível essa infecção nos atletas porque a gente sabe que 95% do nosso grupo são assintomáticas, essas que tiveram contato com o vírus. Isso faz com que a gente impeça que o vírus seja disseminado até mesmo dentro do ambiente familiar do atleta”.

“Depois de toda a bateria de exames seriados que fizemos em todos o grupo, jogadores, comissão, staff e contactantes domiciliares, pudemos perceber que aproximadamente 30% de todas essas pessoas já entrou em contato com o novo coronavírus. Mesmo com o distanciamento social, 30% entrou em contato”.

Fonte: Coluna do Fla