Cacau Cotta cutuca Fluminense e Mário Bittencourt: “Acostumado a resolver as coisas na parte jurídica”

Mário Bittencourt
FOTO: NELSON PEREZ / FLUMINENSE

Diretor de relações externas do Flamengo, Cacau Cotta trocou farpas com o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, em reunião com a Ferj, na última segunda-feira (25). Em entrevista ao canal “Paparazzo RN”, no YouTube, o dirigente do Rubro-Negro se explicou e aproveitou para alfinetar a equipe das Laranjeiras.

– Não sei a serviço de quem o Mário (Bittencourt) está. É um cara inteligente, advogado esportivo e trabalhista notório. Chegou à presidência do Fluminense por esse trabalho. Um cara de sucesso na vida profissional. Mas o Flamengo vai ser representado institucionalmente e não vai deixar ninguém falar mais alto em uma reunião. Ele vai respeitar o Flamengo, sim. Isso é assunto encerrado. A reunião já tinha mais de 3h, chegou a 4h com ele toda hora pedindo a palavra. Eu pedi que votassem a pauta da reunião. Vota sim ou não e ganha a democracia. Eu fui duro como deveria ser representando a instituição. Defendi as ideias que o Flamengo tinha naquele momento -, explicou Cotta, prosseguindo:

Compre seu manto oficial e outros produtos do Mengão; clique aqui e compre com desconto

– Tem uma pessoa que é contra tudo e contra todos os tempos. Não dá para entender ao que ele está a servindo. Talvez porque o Fluminense está acostumado a resolver as coisas na parte jurídica. É da origem dele. A bola está com a Ferj. Eu espero que não chegue nesse ponto e que o Mário entenda que não é mais o advogado do Fluminense, hoje ele é presidente do Fluminense e tem que ver como um todo. Que se resolva no diálogo, dento do campo -, completou.

Além do Fluminense, o Botafogo também se mostrou contrário ao retorno das atividades e do Carioca. Flamengo e Vasco, por sua vez, apoiam a volta e ressaltam que serão seguidos todos os protocolos de segurança. O Rubro-Negro, inclusive, retomou os treinos no Ninho do Urubu na última semana.