Benfica admite que quis Paquetá ainda no Flamengo, mas achou muito caro; veja os valores

Cria do Flamengo, Lucas Paquetá nega depressão
FOTO: DIVULGAÇÃO

Em entrevista ao jornal ‘Gazzetta Dello Sport’, o diretor-geral do Benfica, Rui Costa, confessou que o clube se interessou pelo meia Lucas Paquetá. Na época, o jogador ainda pertencia ao Flamengo e, segundo o dirigente, o que ‘melou’ os planos da equipe de Portugal, foi o alto valor cobrado pelo atleta.

— Segui o Paquetá no Brasil e o conheço muito bem. É um jogador de grande qualidade e quis levá-lo para o Benfica, mas não foi possível contratá-lo, pois era muito caro para um clube português. Ele tem qualidade e potencial para crescer, pois ainda é um jovem, e pode seguir caminho no futebol italiano. Não é um jogador como Kaká, que era mais um armador de jogo -, disse.

Lucas Paquetá está na lista de negociações mais caras do Flamengo. Em 2019, quando foi vendido ao Milan, o clube italiano desembolsou aproximadamente 35 milhões de euros (o equivalente a R$ 150 milhões) para tirá-lo do Mais Querido. Atualmente, o meia recebe um salário em torno de 2,5 milhões de euros por temporada no clube da Itália.

Leia também: Marcos Braz descarta a contratação de Fabricio Bustos: “Zero”

No Milan, Paquetá ainda não conseguiu mostrar um bom futebol. Na atual temporada, o meia disputou 19 jogos e não marcou nenhum gol. Na anterior, foram 17 partidas e apenas um gol. Em meio a isso, começaram a surgir rumores na imprensa italiana, de que o clube italiano pretende negociar o jogador na próxima janela.

Pelo Flamengo, Paquetá ganhou os holofotes no Campeonato Brasileiro de 2018, quando foi o artilheiro do Mais Querido na competição. Na época, o jogador venceu o troféu Bola de Prata da ESPN, como o melhor meia do campeonato. O bom futebol da temporada, inclusive, o rendeu uma convocação para a Seleção Brasileira, para a disputa dos amistosos contra os Estados Unidos e El Salvador.