Sport irá ceder ao Flamengo três jogadores do Sub-15, logo após imbróglio por Renê

Renê
FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Após acordo, o Sport irá ceder ao Flamengo três jogadores do Sub-15. São eles: o goleiro Kawê, o meia Fernando e do atacante Riquelmy. A negociação foi fechada logo depois do clube pernambucano cobrar R$ 5,6 milhões por Renê. Apesar da ida dos jogadores, o Sport não receberá nenhuma contrapartida financeira, no entanto mantém 40% dos direitos dos atletas.

Em entrevista ao Diário Pernambucano, Milton Bivar, presidente do Leão, explicou que a ida dos jogadores servirá como uma vitrine para o mercado exterior.

“Não recebemos nada. É um negócio feito diferente. De certa forma, é uma tática de investimento nosso. Esses garotos podem despontar e o Sport numa futura negociação tem um bom percentual em cima desses meninos”, disse antes de prosseguir:

Leia também: Diego, diz que objetivo é “unir forças” contra a pandemia

“Estamos fazendo o negócio apostando que eles venham a despontar para que a gente ganhe o dinheiro. O Flamengo tem vendido jogadores por mais de R$ 100 milhões. Vai que um deles seja um desses, a gente vai receber R$ 40 milhões. Numa pior hipótese, se vender por R$ 20 milhões, nós teríamos R$ 8 milhões. Coisa que se a gente ficasse com 100% (dos direitos econômicos) não conseguiríamos”, finalizou.

O contrato prevê duas cláusulas. Caso sejam utilizados por uma minutagem correspondente a quatro jogos na equipe profissional do Flamengo, o Sport será recompensando financeiramente. ‘Se eles chegarem a jogar 300 minutos pelo time profissional, a gente recebe R$ 500 mil por cada e continuamos com 40%”. A outra diz que caso não sejam aproveitados o Sport tem a preferência do retorno.

Publicado em: O Dia