O Secretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro, Felipe Bornier se posicionou sobre a retomada das atividades desportivas no estado. Em contato com o GloboEsporte, Bornier se manifestou à favor do retorno das competições de futebol no Rio de Janeiro, desde que todas as medidas de prevenção sejam seguidas. O governo elaborou um um Pacto Social pela Saúde e pela Economia que inclui a volta do futebol no estado.

Confira o posicionamento:

“Compreendo a importância do futebol, assim como de outras modalidades, para o fomento do esporte, o desenvolvimento econômico e a geração de empregos, além do entretenimento da população. Tenho dialogado com representantes do setor apresentando estratégias para o retorno gradual de treinos e competições, sempre priorizando a segurança dos profissionais e todos os envolvidos.

Há de se considerar que critérios estão sendo estabelecidos para a retomada de atividades econômicas, incluindo esportivas, como redução da curva de contágio e óbitos, assim como o ocupação de leitos hospitalares.

Reitero que sou favorável ao retorno das atividades e eventos esportivos, desde que estejam amparados a protocolos fundamentados, considerando questões sanitárias, jurídicas, econômicas e desportivas. E tenho atuado de forma contundente neste processo, acreditando na proximidade de uma tendência de queda de casos da COVID-19 e na volta do esporte ainda mais fortalecido.”

Segundo o documento da Prefeitura, que foi obtido primeiramente pelo UOL, a volta das partidas de futebol no Rio de Janeiro está prevista para acontecer com a presença de 50% de público, de acordo com a capacidade do estádio. A medida prevê um distanciamento mínimo de dois metros para cada pessoa presente na partida, e o uso obrigatório de máscaras de prevenção. Além disso, também há o planejamento para que todas as áreas utilizadas, como arquibancadas, sanitários e áreas comuns, sejam desinfectadas.