O vínculo entre Jorge Jesus e o Flamengo se encerra no dia 19 de junho e, desde o começo da temporada 2020, as partes conversam sobre um possível acordo de renovação. Nos últimos dias, entretanto, o clube e o treinador avançaram nas negociações, é o que afirma o jornalista Mauro Cezar Pereira. De acordo com o comentarista, o novo acordo está perto de ser verbalmente acertado.

No podcast ‘Posse de Bola’, do Uol Esporte, Mauro explicou alguns detalhes da negociação entre o português e o mais Querido. Além das exigências de Jesus em relação ao que a diretoria do Flamengo oferece, Mauro destacou que o impasse do momento é a divergência na duração do vínculo. Enquanto o Rubro-Negro gostaria que o novo contrato fosse até o fim de 2021, o desejo do treinador é assinar até meados do próximo ano.

— O acordo entre as partes está próximo, houve um avanço grande nessas últimas semanas, últimos dias, o impasse agora é com relação à duração do contrato, se é até o meio do ano que vem ou se é até o final do ano que vem. O Flamengo quer estender o contrato até o final da temporada, partindo do princípio que a temporada 2020 volte e termine -, disse antes de prosseguir:

— O Flamengo tenta acertar para tê-lo nesta temporada e na próxima. E ele ainda está inclinado a, de repente, terminar no meio do ano, porque ele adiaria em 12 meses aquilo que faria agora, que seria uma escolha talvez de um mercado mais aquecido, com eventuais possibilidades fora do Brasil, no caso, na Europa -, declarou.

De acordo com informações apuradas por Mauro, Mister não receberá o aumento que havia pedido na remuneração. Isso por consequência da crise financeira causada no futebol devido à pandemia da Covid-19. Todavia, uma alternativa de compensar o treinador é pensada pela cúpula rubro-negra.

— Não deve ter uma mudança significativa e talvez nem tenha mudança na remuneração, por conta de tudo o que está acontecendo. Antes o Jesus vinha pedindo um aumento que era na faixa de 50% do que ele ganha no contrato que ainda está em vigor, mas deve ficar mais ou menos nessas mesmas bases, com premiações significativas -, destacou antes de concluir:

— E é claro, também, que ele deve estar colocando ali algum gatilho para, se as coisas melhorem e mudarem, de repente, ele poder ter algum tipo de compensação, digamos assim. São detalhes que deverão ser eliminados, tudo indica, nos próximos dias, é muito provável que ele acerte esse contrato já nessa semana, já fique tudo apalavrado. Essa é a tendência -, finalizou.

Desde que chegou ao Flamengo, em junho de 2019, Jorge Jesus elevou o Mais Querido de ‘patamar’. Junto ao elenco, Mister levantou as taças do Brasileirão e da Libertadores, ainda na temporada passada. Já em 2020, antes do futebol ser paralisado devido ao surto do coronavírus, foram outros três troféus: Supercopa do Brasil, Taça Guanabara e Recopa Sul-Americana.

Fonte: Coluna Do Fla