Raul Plassmann relembra situações inusitadas após aposentadoria: “O cara me chamou de ladrão”

Multicampeão com o Flamengo nos anos 80, Raul Plassmann relembrou dois momentos em que foi confundido com árbitros de futebol. Em entrevista ao “Canal Zico 10”, no YouTube, o ex-goleiro revelou que já teve seus nomes trocados por Arnaldo Cezar Coelho e José Roberto Wright, dois ex-juízes.

— Eu estava no aeroporto de São Paulo outro dia, e veio um menino de uns 13, 14 anos, me pedindo um autógrafo. Quando fui assinar, ele falou: “Papai me falou que você apitava muito bem seu Arnaldo Cezar Coelho”, me agradeceu e foi embora (risos). Outro dia também um cara me chamou de ladrão: “Wright ladrão!”, no meio da Avenida Rio Branco, por causa daquele jogo contra o Atlético-MG, na Libertadores (risos).

Revelado na base Athletico-PR, Raul Plassmann só atuou profissionalmente no Coritiba, porém, logo foi transferido para o São Paulo. Entretanto, somente atingiu altos níveis de atuação no Cruzeiro, onde se destacou para o cenário nacional, conquistando um Campeonato Brasileiro e uma Libertadores no clube mineiro. Após isso, foi contratado pelo Flamengo em 1978, juntando-se a Zico, Junior, Leandro e outras estrelas do Rubro-Negro carioca. Defendendo o Mais Querido, conquistou três brasileiros (1980,1982 e 1983), uma Libertadores e o Mundial (1981).

Fonte: Coluna do Flamengo