A torcida do Flamengo continua em lua de mel com o elenco Rubro-Negro. Após grandes títulos na temporada passada, o Mengão de Jorge Jesus continuou empilhando taças em 2020 e jogando bonito, sem dar muitas chances para os adversários. Até por isso, a pausa nas competições por conta do Coronavírus foi muito lamentada na Gávea, já que o time estava em alta neste primeiro semestre. 

Nesta segunda-feira (18), o Fla começa, aos poucos, a voltar para a rotina, com realização de exames médicos para o que a retomada dos treinamentos no Ninho do Urubu ocorra de forma segura. A diretoria do Mais Querido faz força nos bastidores para que o Campeonato Carioca seja retomado até o começo do mês que vem. Por enquanto, ainda não há autorização para as atividades em campo. 

Meio-campista vai renovar com o Fla por mais dois anos

Enquanto isso, os dirigentes flamenguistas priorizam novamente a montagem do elenco e renovações entraram em pauta. Diego Alves deve renovar por mais duas temporadas e já existe um acerto para Jorge Jesus ficar até dezembro do ano que vem. O que surpreende é a prorrogação contratual de Piris da Motta, fora dos planos do “JJ” e que quase foi vendido em janeiro. 

De acordo com informações do perfil “BR Contracts”, plataforma de scout e gerenciamento com base em atletas profissionais, como o jogador é estrangeiro, ele fechou primeiro um contrato curto, quando chegou em 2018, e existe uma cláusula que faz o meio-campista assinar um novo acordo por mais dois anos para renovar o visto e trabalho. Na gestão Bandeira de Mello, ele foi contratado por R$ 26 milhões.  

>> Jorge Jesus manda recado à Nação em dia de testes para coronavírus e avaliações físicas no Ninho: “Venceremos juntos”

No Flamengo, o medalhão é muito criticado por boa parte da torcida, que constantemente pede a saída do jogador. O grande problema é que o alto salário do meia impede acerto com outros times interessados. O Mengão só aceita liberá-lo de forma definitiva, o que dificulta mais ainda.  

Fonte: Bola Vip