Jogadores voltam ao CT pela primeira vez durante pandemia nesta segunda, e programação vai além de exames

Após mais de dois meses de suspensão das atividades, os jogadores retornarão ao Ninho do Urubu na manhã desta segunda-feira (18), para uma segunda bateria de exames para a Covid-19. Os primeiros testes foram realizados nas casas dos atletas e integrantes da comissão técnica. Desta vez, a programação no centro de treinamento poderá se estender para além dos exames.

O planejamento envolve divisão dos jogadores em grupos para a realização dos testes e atualização sobre os protocolos e medidas para volta das atividades. Assim como os integrantes da comissão técnica foram informados sobre os procedimentos de segurança adotados pelo Flamengo, a ideia é que os jogadores também tomem conhecimento das medidas neste retorno. Os funcionários que estão envolvidos com as atividades do Departamento de Futebol já foram testados para o novo coronavírus na última sexta-feira (15).

O Flamengo aguardava um posicionamento do governo do Rio de Janeiro sobre um possível ‘lockdown’, medida ainda mais rígida de isolamento social, no estado. No entanto, esta determinação está descartada pelas autoridades até o momento. Apesar disso, o governador Wilson Witzel prorrogou a quarentena no Rio de Janeiro para até o dia 31 de maio, e com isto, os eventos esportivos continuam suspensos.

Em meio à posição do Estado, os dirigentes do clube Rubro-Negro acreditam que a retomada dos treinamentos no Ninho do Urubu não se enquadram nas restrições determinadas pelo governo. Se inspirando nos clubes europeus, o Flamengo elaborou um protocolo de segurança para a viabilização do retorno das atividades no Ninho do Urubu.  Uma das medidas incluídas neste planejamento é a testagem do elenco principal, comissão técnica e funcionários do Departamento de Futebol de forma frequente.

Fonte: Coluna do Flamengo