Marcos Braz detona Eduardo Bandeira por fala sobre tragédia do Ninho: “Covarde e mau-caráter”

Gelo no sangue e língua quente. Marcos Braz saiu em defesa da gestão Rodolfo Landim em entrevista neste sábado à FlaTV. Durante o bate-papo, onde abordou a volta aos treinamentos e até a renovação de Jorge Jesus, o vice de futebol do Flamengo foi duro ao comentar a declaração do ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello sobre a tragédia do Ninho do Urubu.

Em entrevista, Bandeira disse que “se eu ainda fosse presidente, tenho quase certeza que não teria acontecido”. Mesmo sem ser questionado, Marcos Braz fez questão de se posicionar sobre a polêmica.

  • Bandeira de Mello foi covarde ou até mau-caráter. Essa atitude não sei se foi de mau-caráter ou de oportunismo. Quem o conhece até acha que foi de mau-caráter, mas eu fico com o oportunismo.
  • Quem analisa, um jornalista, pode até falar isso, mas ele como ex-presidente nunca poderia. Foi na gestão dele que contrataram aquele contêiner, que as crianças estavam lá e chegaram todas as notificações da prefeitura.

Em 8 de fevereiro de 2019, dez jovens das categorias de base do Flamengo perderam a vida em incêndio no centro de treinamento Ninho do Urubu. O ex-presidente, Eduardo Bandeira de Mello, é um dos indiciados no inquérito levado ao Ministério Público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui