Rodrigo Caetano explica comemoração do clube pelo sexto lugar no Brasileiro de 2017

Diretor executivo do Flamengo em 2017, Rodrigo Caetano ficou marcado pela torcida rubro-negra naquele ano após comemoração efusiva junto aos jogadores, por conta da conquista do sexto lugar no Brasileirão. A posição garantia o clube na fase de grupos da Libertadores. Em entrevista concedida ao canal do jornalista Venê Casagrande, no YouTube, o ex-dirigente do Fla explicou a situação.

– Eu não tenho nenhuma vergonha da humildade de se atingir algumas metas. Nós não comemoramos o sexto lugar, comemoramos uma vaga direta para a Libertadores. Essa era a nossa interpretação […] Nós atingimos o primeiro objetivo ao ir para a final da Sul-Americana depois de tanto tempo. O outro desafio era vencer o Vitória, que lutava para não cair, dentro do Barradão lotado, para irmos para a final da Sul-Americana com a obrigação do ano, que era a vaga direta na Libertadores.

– Saímos perdendo para o Vitória e viramos o jogo no finalzinho, com gol do Diego. Ali não foi um momento de extravasar absolutamente nada, mas sim um certo alívio de dever cumprido nesses dois desafios. Não era só aquilo ali, era também a comemoração de estar em uma final de Sul-Americana. Se a gente não vencesse o Vitória, a única chance de vaga direta na Libertadores era ganhando a Sul-Americana -, relembrou.

Rodrigo Caetano foi dirigente do Flamengo entre 2015 e 2018 e foi demitido juntamente com Paulo César Carpegiani, técnico do clube em 2018, após eliminação para o Botafogo na semifinal do Campeonato Carioca. Atualmente, Caetano é o diretor executivo do Internacional.

FONTE: Coluna do Fla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui