Galvão Bueno revela motivo de ser flamenguista

Narrador e apresentador do Grupo Globo, Galvão Bueno declarou em entrevista a Zico, no canal Zico 10, do YouTube, que sente falta em sua carreira de ter narrado uma partida da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1982, na Espanha. Galvão contou que só pôde narrar os jogos da Itália e da Alemanha naquele Mundial por força de um acordo envolvendo Luciano do Valle, que narrou os jogos do Brasil.

“Na Copa de 1982, eu não pude narrar os jogos do Brasil, porque eles eram do Luciano do Valle, por direito. Eu fazia dupla com o Sérgio Noronha e narrava os jogos da Itália e da Alemanha. E o Luciano do Valle com o Márcio Guedes faziam os jogos do Brasil. É uma coisa que me ficou faltando em Copas do Mundo narra um jogo daquela seleção”, contou.

Na mesma entrevista, Galvão comentou o fato de ser torcedor do Flamengo. O narrador afirmou que começou a torcer pelo time rubro-negro por influência de um tio, ainda na infância. Ele também explicou o motivo de não revelar o time do coração por muito tempo.

“Não virei torcedor do Flamengo por conta do Zico. O Zico fez aumentar o sentimento pelo Flamengo. No tricampeonato carioca do Flamengo em 1953,1954 e 1955, meu tio Antônio me levava para o Maracanã. Eu frequento o estádio desde os cinco anos. Faziam festa comigo. E aí, eu virei torcedor. Quando você começa a trabalhar, você tem que deixar isso de lado. Vivi grandes momentos de conquista do Flamengo narrando, mas nunca entreguei o time. Eu só me abri que sou torcedor do Flamengo recentemente. O Armando Nogueira me ensinou que depois de uma certa idade, você ganha o direito de falar algumas coisas. Então, decidi falar. E o pessoal me respeita”, complementou.

Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui