Cuca diz que trabalho de Jorge Jesus no Flamengo é “maravilhoso”

Em entrevista ao programa “Fox Sports Rádio”, Cuca avaliou a chegada de técnicos estrangeiros no Brasil. Para ele, a presença destes nomes é bastante benéfica, até mesmo para os comandantes nascidos no país. Dessa forma, um aprendizado mútuo pode ser criado, e a concorrência não traz apenas fatores negativos. Sendo assim, ainda houve um aprofundamento no trabalho que o ‘Mister’ vem fazendo no Flamengo.

“A chegada do Jorge Jesus, do Sampaoli, agora do Coudet… Esses treinadores engrandecem nosso futebol, eles melhoram em tudo, até mesmo em nós. A competitividade aumenta. Eu torço muito para que um treinador brasileiro saia para um grande centro e faça um grande trabalho. Quando ao Jorge Jesus, especificamente, ele chegou no lugar do Abel e fez um trabalho maravilhoso. A marcação em pressão, retomada de bola, incessante busca pelo gol… os jogadores abraçaram a ideia dele, houve uma sequência maravilhosa, conquistas em cima de conquistas. E muito devido ao trabalho do Jorge Jesus. Eles não pouparam jogadores, e lesões quase nada. Isso é departamento físico, clínico… As contratações que o Marcos Braz. O trabalho generalizado deu certo, e com o mérito maior para o treinador”, declarou.

Além disso, Cuca aproveitou para elogiar Alexandre Mattos. Sua passagem no Palmeiras foi repleta de polêmicas, e ele se arrepende de não ter tido um contato direto nos bastidores com o dirigente.

“Futebol, quando se tem um presidente, um diretor de futebol e um treinador unidos, é uma maravilha trabalhar. Mas quando tem uma divergência, vira a pior coisa. Isso aconteceu comigo no Palmeiras com o Alexandre Mattos. Foi um erro que eu tive. Ele foi o melhor diretor de futebol que eu tive, poderia ter resolvido as coisas direto com ele. Muitas das vezes levamos pra imprensa, e ninguém ganha com isso. Até ocasionou minha saída”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui