Última partida oficial do Flamengo na Gávea foi em 1997

LANCE: A pandemia do coronavírus trouxe uma série de incertezas ao calendário do futebol brasileiro. Diante desse cenário, com os torneios suspensos por tempo indeterminado, a diretoria do Flamengo avalia várias possibilidades. Entre elas, o término do Campeonato Carioca sem a presença da torcida a partir de maio. Por isso, também estuda utilizar o Estádio da Gávea para mandar as partidas.

A informação foi inicialmente publicada pelo jornalista Benjamin Back, do “UOL”. A opção de atuar na Gávea passa pela questão financeira, uma vez que jogar no Maracanã gera grandes custos e, com portões fechados, o prejuízo ao clube mandante é certo. Em 2020, o Fla fez um jogo sem torcida no estádio, contra a Portuguesa, em 14 de março, e teve resultado negativo de R$ 285 mil.

Atualmente, a Sede da Gávea – onde inclui-se o Estádio José Bastos Padilha – está com as atividades suspensas por conta da pandemia do coronavírus, assim como o CT do Ninho do Urubu. O gramado do estádio, por sua vez, passou por uma reforma recente, a qual foi finalizada neste mês de abril.

O local costuma receber as partidas das equipes de base do Flamengo, e conta com uma estrutura que foi modernizada para receber a seleção da Holanda na Copa do Mundo de 2014. Em junho de 2019, um jogo-treino aberto aos sócios do clube da Gávea marcou a “estreia” de Jorge Jesus no comando do Flamengo.

O Campeonato Carioca, por ora, está suspenso até o fim de abril. As condições do retorno ainda não são conhecidas, tampouco os protocolos de segurança que deverão ser respeitados caso as autoridades permitam o retorno das partidas de futebol – com a presença de torcida ou não – no Rio de Janeiro.

ROMÁRIO MARCOU O ÚLTIMO GOL NA GÁVEA

A última partida profissional do Flamengo no Estádio José Bastos Padilha está próxima de completar 23 anos. No dia 27 de abril de 1997, o Rubro-Negro recebeu o Americano na Gávea e venceu por 3 a 0. O último gol foi do atacante Romário, que recebeu passe no peito, invadiu a área adversária e, de biquinho com o pé direito, colocou a bola no fundo da rede, sem chance para o goleiro.

Quem abriu o placar para o Flamengo foi o meia Evandro, e Fabio Baiano fez o segundo gol da partida, arrancando para dentro da área e finalizando forte.

O Flamengo atuou naquela partida com: Fábio Noronha; Fabio Baiano, Júnior Baiano, Juan e Athirson; Bruno Quadros, Maurinho, Iranildo e Evandro; Marco Aurélio Jacozinho. O técnico do Rubro-Negro era Sebastião Rocha, que ainda colocou durante a partida pela Taça Rio o volante Marcelo Ribeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui