Clubes decidem manter o Brasileirão em pontos corridos

GLOBO ESPORTE: Enquanto não há nenhuma solução para quando a paralisação dos campeonatos terminará, clubes e CBF seguem destacando pontos de interesse e como pretendem lidar com a crise. O episódio mais recente foi nesta terça-feira, em reunião por vídeo-conferência, quando Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, com a concordância dos demais clubes, que o Campeonato Brasileiro deverá ter 38 rodadas. A Confederação concorda com a posição e não enxerga nenhuma necessidade de mudar o calendário até agora.

A CBF ainda analisa o avanço das decisões dos órgãos de saúde para definir o que fazer mês a mês. Rogério Caboclo, presidente da entidade, afirmou que a Confederação tem cenários estipulados para cada um dos meses do ano, a depender de quando será permitido o retorno das partidas de futebol. Segundo ele, nada será decidido antes das autoridades.

A intenção do presidente da CBF também é garantir que os contratos dos jogadores com os clubes sejam cumpridos. Apesar disso, no fim de março, o GloboEsporte.com noticiou que os times das Séries A e B não entraram em um consenso sobre negociação conjunta dos salários dos atletas e já afirmavam a intenção de cumprir o calendário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui