Por onde andam 10 ex-jogadores do Flamengo que estão no exterior?

Com a atual fase mágica do Flamengo, muitos torcedores rubro-negros começam a relembrar de nomes que passaram pelo Mengão para comparar com o elenco comandado por Jorge Jesus e bate aquela curiosidade: por onde anda?

É para responder a estes questionamentos que o portal Hashtag Rubro-Negro levantou nomes que passaram pelo Mengão num passado recente para fazer um “Por Onde Anda?” para atualizar o torcedor do clube da Gávea.

Jonas Souza
Volante
28 anos
Al-Ittihad – Arábia Saudita

Comprado em 2015 pelo Flamengo junto ao Sampaio Correa por cerca de R$ 2,5 milhões, Jonas se destacou pela força física, bom passe e forte presença na área adversária como elemento surpresa. No ano seguinte, ele foi vendido por R$ 9 milhões ao Al-Ittihad, da Arábia Saudita, e nunca mais se ouviu falar em seu nome.

Atualmente, o volante ocupa o status de reserva do time árabe. Ele disputou apenas três dos 28 jogos do clube na temporada 2019/2020.

View this post on Instagram

⚽️💪!

A post shared by 🙏🏽🙌👏🇧🇷 (@jonas27sousa) on

Welinton
Zagueiro
30 anos
Alanyaspor – Turquia

Formado nas categorias de base, Welinton defendeu o Flamengo no profissional entre os anos de 2009 e 2013 e foi campeão brasileiro em 2009, campeão carioca em quatro oportunidades e integrou o elenco na conquista da Copa do Brasil de 2013.

Em 2014, ficou de fora dos planos da comissão técnica e começou a sair por empréstimo para Coritiba e depois Umm-Salal. No retorno ao clube carioca, em 2015, teve o contrato rescindido. Depois, ainda defendeu o Al-Khor, do Qatar, e desde 2017 está na Turquia jogando pelo Alanyaspor.

Marcos González
Zagueiro
39 anos
Palestino – Chile

Com aval de Vanderlei Luxemburgo, González chegou em 2012  para suprir a vaga de Alex Silva, que havia sido emprestado ao Cruzeiro. Após impressionar no começo e ser comparado ao ídolo Fábio Luciano, o chileno caiu de rendimento, perdeu espaço e preferiu rescindir o contrato em 2014 para voltar ao país natal.

Depois da experiência na Gávea, ele defendeu o Unión Española, do Chile, o Necaxa, do México, e há três anos veste a camisa do também chileno Palestino.

Víctor Cáceres
Volante
35 anos
Cerro Porteño – Paraguai

Depois de oito anos defendendo o Libertad, do Paraguai, Cáceres se acertou com o Flamengo e foi apresentado no meio da temporada 2012 com moral por ter recusado o Boca Juniors, da Argentina, devido ao pré-acordo com o Mengão.

Em campo, o volante deixou a sua marca pelo futebol de força e boa presença em bolas aéreas. Após três anos de clube e três gols em 84 partidas, o paraguaio foi comprado pelo Al-Rayyan, do Qatar, por R$ 3,5 milhões. Em 2018, ele voltou ao Paraguai para defender o Cerro Porteño e está lá até os dias atuais.

Alejandro Donatti
Zagueiro
33 anos
Racing – Argentina

Chegou e saiu sem ser percebido. Contratado no meio de 2016 para ser o xerifão da zaga rubro-negra, o argentino amargou a reserva de Rafael Vaz, disputou apenas 11 jogos e menos de um ano depois foi negociado com o Tijuana, do México.

Atualmente, ele defende o Racing, da Argentina, e é outro que se arrependeu 

Renato Augusto
Meio-campista
32 anos
Beijing Guoan – China

Cria das categorias de base do Flamengo, Renato Augusto é um dos jogadores que pouco trocaram de clube ao longo da carreira. Depois do Mengão, defendeu Bayer Leverkusen, da Alemanha, Corinthians e, desde a temporada de 2016, está no futebol chinês.

Titular absoluto do Beijing Guoan, o meio-campista teve o nome especulado recentemente por papo com Marcos Braz no Carnaval do Rio de Janeiro, mas ambos justificaram que a conversa foi apenas um reencontro de grandes amigos.

Marlos Moreno
Atacante
23 anos
Portimonense-POR

Após surgir como destaque do futebol colombiano na conquista da Libertadores de 2016 do Atlético Nacional, Marlos foi comprado pelo Manchester City, da Inglaterra, e foi colocado no mercado para ganhar experiência. Assim, em 2018, foi repassado ao Flamengo por empréstimo de um ano.

O atacante disputou 35 jogos pelo Mengão, fez apenas um gol, não conseguiu exibir nem 10% do futebol que surpreendeu a todos e não teve a compra efetuada junto aos ingleses. Depois, ele foi cedido ao Santos Laguna, do México, e atualmente joga no Portimonense, de Portugal.

Matheus Sávio
Atacante
22 anos
Kashiwa Reysol – Japão

Revelação da base, o meia-atacante integra lista dos jovens que não vingaram com a camisa do Flamengo quando foram acionados no profissional.

Assim, ele passou a sair por empréstimo para ganhar rodagem, defende Estoril, de Portugal, CSA e Kashima Reysol-JAP. Justamente pelo clube japonês, o meia-atacante conseguiu se destacar e teve a compra efetuada em definitivo em dezembro do ano passado.

View this post on Instagram

🌈💛

A post shared by 🇧🇷/🇮🇹📍🇯🇵. (@matheus_savio) on

Pablo Armero
Lateral-esquerdo
33 anos
Sem clube

Dono de carreira cheia de altos e baixos, Pablo Armero chegou ao Flamengo em 2015 muito elogiado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo pela passagem de bons frutos pelo Palmeiras em 2009.

O colombiano, porém, não conseguiu jogar o que sabia, era figura repetida no departamento médico do Ninho do Urubu e deixou o clube no fim do ano com apenas seis partidas e nenhum gol marcado. Depois, ele ainda tentou jogar por Bahia, América de Cali-COL, CSA e Guarani, mas não teve sucesso e está desempregado.

Kayke
Atacante
32 anos
Qatar SC

Kayke chegou ao profissional do Flamengo em 2007 com quase 300 gols pelas categorias de base e a certeza de que seria a grande revelação do futebol nacional. A pressão de atuar pelo Mengão, no entanto, impediu o atacante de vingar e ele passou a se aventurar no mundo da bola.

Porém, em 2015, o atleta retornou ao Mengão contratado após se destacar no ABC-RN, mas a passagem durou apenas seis meses: foram 16 jogos, marcou seis gols e nenhum título. Hoje em dia, ele joga no Qatar SC e tem status de titular importante e goleador (são oito gols em 15 jogos).

Por: Hashtag Rubro-Negro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui