“Ele está há nove meses sem folga. O Flamengo é a prioridade”, garante fisiologista de Gabigol

Com o aumento de casos do novo coronavírus no Brasil, já são mais de 10 mil pessoas infectadas e 440 mortes confirmadas, todos as competições de futebol foram suspensas por tempo indeterminado. Além disso, o Flamengo, assim como outros clubes brasileiros, concedeu férias coletivas até o dia 20 de abril, ao elenco principal, com possibilidade de prorrogação na data. No entanto, mesmo com esta situação, o jogador do Mais Querido, Gabriel Barbosa continua com uma rotina de treinamentos específica para manter a forma, de casa.

Em entrevista ao GloboEsporte, o fisiologista Alex Evangelista explicou como tem sido o trabalho com Gabriel Barbosa. Antes das paralisações, a comissão técnica Rubro-Negra elaborou um plano de treinos para os jogadores do time profissional seguirem de casa. Alinhado à comissão, Alex realiza um trabalho de complementação física.

— Agora estamos fazendo um trabalho de manutenção. Manter a massa muscular, nível de força, sistema cardiovascular, trabalhos aeróbicos. Nossa tônica é manutenção. Ele tinha todas as avaliações redondas, que davam a ele uma tranquilidade para continuar jogando, que não iria machucar do ponto de vista muscular.

— A gente está pisando em ovos, porque todo planejamento precisa de um dia para começar e para terminar. Estamos fazendo um trabalho, mas não sabemos o quanto isso vai perdurar. Quando houver uma absoluta certeza de que ele vai iniciar os trabalhos no campo, aí começamos, associados às recomendações do Flamengo, a associar as técnicas e fazer um trabalho mais dinâmico para desenvolver intensidade e velocidade.

Além disso, o fisiologista, que trabalhou na seleção brasileira na época da conquista do ouro olímpico, também revelou que Gabigol treina todos os dias, sem pausa.

— Ele está há nove meses sem folga. Treina todos os dias. O Flamengo é a prioridade. Então, sempre me organizo segundo as recomendações deles. E também fazemos diariamente de três a seis horas de recuperação. 

fonte: colunadofla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui