Com grandes nomes no elenco, Flamengo estuda emprestar jogadores formados na base

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

A temporada está suspensa por tempo indeterminado, mas a diretoria do Flamengo segue planejando o projeto para a sequência de 2020. Com o elenco recheado de grandes nomes, os jogadores formados nas categorias de base estão perdendo espaço e podem ser emprestados.

De acordo com o site do UOL esporte, o Flamengo está tendo diversos contatos com clubes interessados nos “Crias do Ninho”, e as negociações podem ser fechadas assim que a pandemia do novo coronavírus acabar.

O empréstimo dos mais jovens é visto como uma boa para ambos os lados. A ideia é poder dar mais experiência aos atletas, em clubes que disputam campeonatos de alto nível para voltarem mais prontos para defender o Manto Sagrado, ou então dar retorno financeiro em uma possível venda futura.

Os últimos casos foram do atacante Victor Gabriel, que foi emprestado ao futebol português, e também Yuri César, que está no Fortaleza e nos primeiros dois jogos marcou dois gols, encantando a diretoria e os torcedores.

Quem também está no Fortaleza é o volante Luiz Henrique. A negociação com ele já foi diferente, o Flamengo cedeu o atleta em definitivo para o clube, mas manteve uma porcentagem dos direitos econômicos para faturar a longo prazo.

FONTE: colunadofla