Gabigol já está entre os 10 maiores da história do Flamengo

Nesta semana, fui convidado pelo jornal “O Globo” para uma votação que vai eleger os 50 maiores jogadores da história do Fla.

Quebrando a cabeça para definir o Top 10, percebi que já considero Gabigol entre os dez primeiros. Principalmente por conta dos gols decisivos e títulos pelo clube.

É um assunto que sempre causa certa polêmica, principalmente pela diversidade de opiniões e a paixão que envolve o futebol.

Talvez, a única unanimidade seja considerar Zico como maior jogador da história do Flamengo. Também não deixaria de fora Leandro e Júnior.

Poderia facilmente citar vários nomes capacitados para entrar no Top 10. Uns por conta dos títulos, outros por conta dos gols. Sem falar em jogadores idolatrados pela torcida.

Acho que Gabigol reúne todos esses aspectos. Por isso, não tive dúvida de botá-lo na minha lista dos 10 maiores da história rubro-negra.

FEITOS DE GABIGOL NO FLAMENGO:
Alguns jogadores entraram para história do Fla com títulos nacionais e internacionais, mas nem todos com o protagonismo que Gabriel Barbosa vem tendo desde a sua chegada.

Com pouco mais de um ano vestindo a camisa do Flamengo, Gabigol já coleciona algumas taças: Campeonato Carioca 2019, Brasileirão 2019, Libertadores 2019, Supercopa do Brasil 2020, Taça Guanabara 2020 e Recopa Sul-americana 2020.

O camisa 9 entrou definitivamente para história do clube com os dois gols contra o River Plate, que deu o título da Libertadores ao Fla após 38 anos.

Um pouco antes, Gabigol já havia feito os gols no confronto mais complicado da equipe de Jorge Jesus na competição, contra o Emelec, que fez o rubro-negro avançar de fase após as penalidades.

Contra o Inter, no Beira Rio, e Grêmio, no Maracanã, o atacante também foi decisivo com gols que mantiveram o Flamengo vivo até a conquista do Bi-campeonato da Libertadores.

Já no Brasileirão, antes do time disparar na liderança, Gabigol marcou em duas partidas fundamentais. O atacante fez o gol da vitória contra o Santos e abriu o placar diante do Palmeiras.

Até aquele momento, os dois times paulistas disputavam a ponta da tabela com o Flamengo.

Em 2020, Gabriel Barbosa também marcou na decisão da Supercopa do Brasil, contra o Athletico, e na final da Recopa Sul-americana, diante do Del Valle.

Participe do Grupo no Facebook e fique por dentro das notícias do Flamengo

MARCAS PELO FLAMENGO:
Artilheiro do Campeonato Brasileiro e da Conmebol Libertadores de 2019, Gabigol já coleciona algumas marcas históricas pelo rubro-negro.

– Libertadores:

Após marcar diante do Barcelona de Guayaquil, o camisa 9 se igualou a Gaúcho e Tita como o segundo maior artilheiro da história do clube na Libertadores, com 10 gols.

Gabigol está atrás apenas de Zico, que tem 16 gols pelo Flamengo na competição.

– Artilheiro do século:

Contando apenas o Século XXI (a partir de 2001), Gabriel Barbosa é o segundo maior artilheiro da história rubro-negra.

Com 54 gols, o atual camisa 9 está atrás apenas de Renato Abreu, que marcou 73 vezes na artilharia do Século.

Gabigol já superou nomes como Obina, Léo Moura e Vagner Love (todos com 47 gols), Adriano Imperador (46) e Hernane Brocador (45).

– Média de gols pelo Fla:

Com 54 bolas nas redes em 69 jogos, Gabriel Barbosa está com uma média de 0,78 gols por partida pelo rubro-negro.

Entre os 10 maiores artilheiros da história do Flamengo, Gabigol tem média melhor do que sete, entre eles Zico, que fez 508 gols em 730 jogos, com média de 0,69 gol/partida.

Na soma geral, o camisa 9 está em quinquagésimo quarto no ranking de maiores artilheiros da história do clube da Gávea.

Por todo conjunto da obra, já considero Gabigol um dos 10 maiores jogadores da história do Flamengo.

A boa notícia para torcida rubro-negro é que a trajetória do artilheiro no clube parece estar apenas começando.

E vale lembrar, Gabigol tem apenas 23 anos.

TORCEDORES: Allan Abi Madi

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui